Publicidade Venus Creations

 

 

Versão Original
(Abre numa nova janela)

English Version

Version Française

 

COMUNIDADE

TERÇA FEIRA 18 DE JULHO DE 2107  

Noite inesquecível

Como é saudável ver pessoas que se dedicam à arte de cantar e executar instrumentos musicais comungarem despretenciosamente bons momentos sem mote de superioridade. Infelizmente é algo que não acontece muito frequentemente entre nós. Na nossa comunidade felizmente há lugar para toda a gente, -somos tantos bons e diferentes-, mas parece que às vezes apenas queremos o aplauso para nós próprios. E é um pesar!!!

Estiveram entre nós, num ambiente de cavaqueira e muita alegria no Ilhas de Bruma, dois corteses cantadores vindos de S. Miguel que transitavam por Toronto rumo a Montreal onde atuariam nas festas do Espírito Santo do Centro Comunitário Amigos de Gatineau a convite da Mordoma Alcina Coelho Freitas com a colaboração, sem relação alguma, do nosso conhecido dinâmico e extrovertido, no bom sentido da palavra, Chris Freitas. Era ele que acompanhava os cantadores na Viola Da Terra, e seu tio, um amigo decente e respeitador de longa data, David Freitas no Violão. Um dos cantadores dá pelo nome de Carlos Sousa, da Ribeira Seca, S. Miguel, um amigo até então visual do badalado Facebook. Começa a cantar e a tocar Violão aos 14 anos, primeiramente sob a mestria de Albano Gaipo/ Rebelo, e depois Carlos Sousa do Bela Aururora.

Possui forte presença de palco e voz agradável. Canta em todo o Arquipélago Açoriano. Desde 2008, escreve letras e músicas para o grupo “Amigos Da Ribeira Seca” cantar às estrelas. É autor da canção “ É Natal Já Nasceu O Salvador” que se encontra disponível no Youtube. Para além de todo o seu envolvimento musical, e não é pouco, é Ourives de profissão, e nas horas de lazer concerta instrumentos musicais de sopro. É um homem novo cheio de talento e com personalidade que se gosta.

O outro cantador, José Pimentel, que eu desconhecia, logo me caíu no goto pela sua simplicidade, abertura e camaradagem. Natural das Capelas, S. Miguel, é Improvisador desde a idade dos 13 anos. “Por linhas e travessas” descobri que é muito respeitado pelos açorianos de todos as ilhas não só quando canta mas tamém quando exerce a sua profissão de detetive policial. É membro da Banda Nossa Senhora da Luz dos Fenais da Ajuda. Tal como o Carlos Sousa, também já cantou em Toronto e no Winnipeg. Tem uma voz maviosíssima e interpreta baladas de encantar acompanhando-se a si próprio. Foram desafiados por Marco Fernandes nascido no Canadá tendo residido muitos anos na Ilha Terceira. É filho de improvisador e, como sói dizer-se, filho de peixe sabe nadar.

Chris Freitas, - Courisco - professor de religião, fundador do grupo folclórico “Pórolas do Atalântico” da Casa dos Açores, sentia-se feliz no meio de amigos.

Notava-se que os empregados de mesa, gente jovem, se riam com as cantigas tanto em forma de desgarrada como desafio. É sinónimo de que realmente os jovens estão a aderir às cantigas ao desafio, e naquela noite elas aconteciam em autêntica cavaqueira e ambiente despretencioso de camaradagem. Adorei estar presente por ser um apologista da boa compreensão e companherismo. E foi isso exatamente que que inesperadamente acontecia naquela noite inesquecível.

Texto e foto de
Avelino Teixeira
www.venuscreations.ca

 

Clique aqui para ler mais notícias

Contactos - Política de Privacidade - Termos de Utilização
© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.