Comentários

Página 85 de 158

Com um total de 1571 comentários.

Página:  Anterior  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  Seguinte
Mensagem:  731
Data:  5/4/2005 9:33:30 PM
Nome:  Joe Furtado
País:  Toronto Ontario Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Em Portugal, o Dia da Mãe foi comemorado até à bem pouco tempo, no dia 8 de Dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, a Padroeira de Portugal.
Também o Dia 13 de Maio é ainda hoje associado às comemorações da Mãe.
Porém, actualmente foram instituídas as comemorações do Dia da Mãe, no primeiro Domingo do mês de Maio.
Aqui no Canada é comemorado no segundo domingo de Maio. Amar Flowers deseja para todas as Mães um dia muito feliz.
Para todos aqueles que queram presentiar sua mãe com um bonito ramo de flores Amar Flowers terá o maior prazer em os servir com uma bonita variadade e qualidade de flores.
Telefone para o numero 416-645-0180 e faça a sua encomenda,
Faça a sua Mãe feliz.

entrega ao domicilio
Visite o nosso site.
www.amarflorist.com



Mensagem:  730
Data:  5/3/2005 1:39:47 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Grupo dos Amigos de Olivença.
www.olivenca.org .
Divulgação 06-2005.
DIÁRIO DO SUL.
29-Abril-2005.
Jornalista LUÍS MANETA.
Investigadora Ana Paula Fitas elabora tese sobre Olivença: "PORTUGAL AFASTOU-SE E NEGLIGENCIOU O TERRITÓRIO OLIVENTINO".
Com a classificação máxima de "Muito Bom, com distinção e louvor", a investigadora Ana Paula Fitas doutourou-se na Universidade Nova de Lisboa com uma tese sobre a questão oliventina. "Continuidade Cultural e Mudança Social - Um Estudo Etnológico Comparado entre Juromenha e Olivença" é o título de um trabalho que analisa os últimos duzentos anos na vida das duas povoações. Diário do Sul - Quais os motivos da escolha deste tema para a tese de doutoramento? Ana Paula Fitas - A questão da continuidade cultural é uma questão que do ponto de vista antropológico é determinante para compreender as sociedades contemporânes. Por um lado porque a continuidade cultural nos remete para a construção da identidade histórica, social, e cultural das populações. Por outro porque todas as sociedades estão sujeitas à mudança, que é um processo dinâmico da organização social. Nesta sentido trata-se de perceber como é que se processava a construção social das identidades culturais, históricas e sociais destas populações e destas regiões. DS - E desse ponto de vista, este é um território muito particular. De que modo a questão de Olivença que, pelo menos do lado português continua em aberto, influenciou a escolha do local para a realização do estudo?.
APF - O território composto pelos municípios de Juromenha e Olivença é óptimo para fazer um estudo deste tipo porque sendo uma área espacialmente contígua apresentava uma particularidade assaz pertinente para esta problemática e que se prende com o facto de há 204 anos atrás, portanto em 1801, Olivença ser um município português tal como Juromenha, que também era município e sede de Concelho. Eram duas localidades em espaço contíguo e sujeitas ao mesmo tipo de administração política. Passado este tempo há um processo de diferenciação na forma de organização social das duas populações uma vez que uma ficou sujeita à administração política portuguesa, outra à espanhola. Daí ser interessante ver o que é que se manteve e o que é que mudou nestas duas localidades.
DS - No caso de Olivença, duzentos anos depois são perceptíveis alguns traços do que podemos denominar como "portugalidade"?
APF - Sim, sim...sem dúvida..
DS - Visíveis em que aspectos?
APF - É perfeitamente visível na gastronomia, na música popular, no folclore, muito influenciado pelos corridinhos e pelas saias. È também visível nas danças e na religião popular - o tipo de cultos, de manifestações religiosas, de festividades populares. E na língua, naturalmente. DS - De um ponto de vista da língua, em que medida o Português está ainda presente em Olivença?
APF - A população oliventina fala português como segunda língua. A população idosa, com mais de 60 anos, fala um português correcto exactamente como os alentejanos. E dizem, ainda hoje o afirmam, que a fala deles é o Português. Utilizam a língua espanhola por uma questão de integração social, de socialização, porque há muita população espanhola que está ali instalada há diversas gerações e porque a administração política, institucional e escolar é espanhola. De forma que existe uma adaptação e uma adopção do espanhol como língua de uso, se assim se pode dizer. DS - E o Português?
APF - É um Português, diria, alentejano. Porque mesmo em expressões idiomáticas utilizam expressões como as que são usadas no Alentejo.
Quando falamos em português com um oliventino idoso não encontramos nenhuma diferença. A perda do uso da língua ficou a dever-se a questões políticas - o uso do português foi proibido em meados do século XIX e novamente proibido em meados do século XX, o que fez com que a língua deixasse de ser usada em espaço público passando a falar-se quase exclusivamente no espaço doméstico. Com o processo de escolarização, as gerações mais recentes acabaram por adoptar a língua espanhola e deixaram de praticar o português.
DS - A Ana Paula Fitas refere que da parte portuguesa, todo esse património cultural e etnológico de Olivença foi deixado como que ao abandono. APF - A questão política impediu qualquer aproximação do ponto de vista físico, social e cultural. Nem o Estado Português nem os portugueses se mobilizaram para reforçar o património cultural português em Olivença. Do ponto de vista arquitectónico isso poderia ser difícil uma vez que a administração é espanhola mas ao nível das actividades culturais e de divulgação da leitura, por exemplo, esse trabalho nunca foi feito. O Estado afastou-se e negligenciou completamente aquele território deixando-o exposto a todos os tipos de influências e de construção social que Espanha quisesse desenvolver em território oliventino.
SI/GAO Rua Portas S. Antão, 58 (Casa do Alentejo), 1150-268 Lisboa www.olivenca.org olivenca@olivenca.org Tlm. 96 743 17 69 - Fax. 21 259 05 77 Recebeu esta mensagem porque o seu endereço de correio electrónico se encontra na lista de correio d' O Grupo dos Amigos de Olivença. Esta informação terá sido solicitada por si, por alguém amigo que a considerou relevante ou o seu endereço está indicado em local público. Caso a sua situação não corresponda a nenhum destes casos e/ou não pretenda receber mais informação sobre as nossas actividades solicitamos que envie uma mensagem com o assunto “Remover” para o endereço:
olivenca@olivenca.org .


Mensagem:  729
Data:  5/2/2005 10:36:20 PM
Nome:  Luis Salsa
País:  Winnipeg
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
FELIS DIA DA MÃE 1 de Maio em Portugal e dia 8 no Canada 2005

Já passaram 33 anos que eu disse adeus a minha Mãe cada vês que me lembro que tinha que imigrar para ter uma vida melhor, e com a ideia de ajudar a familia, o tempo passou tão depressa parece que foi ontem penso que milhares de Portugueses hoje estão lembrando como eu o dia da MÃE, uns venceram outros não, com a saudade de um dia voltar a vêr a vida da sua vida a sua Mãe, uns tiveram esta alegria outros não, mas é assim a vida do emigrante.
Agora no mês de Maio todos os anos o dia da Mãe felis qem tem a sua Mãe ainda com Vida porque é o amor maior do Mundo, lembro–me no ano de 1975 quando cantei a canção amor de Mãe que foi na altura um grande sucesso editado pela Henda Records, um album com 10 canções, para os Amigos da Venus Creations se alguem quiser os meus cds, pode ter atraves da Venus Creations, FELIS DIA DA MÃE.

Mãe palavra de bela
Que o mundo havia de ter
Vivendo longe dela
Isto não e viver
Mãe eu vou-lhe contar
O que se está a passar
A saudade entristeceu-me
Toda a alegria morreu
Mãe Mãe Mãe doce Mãe
Mãe quando leio a vossa carta
Começo a chorar
Mãe a sua falta me faz para si voltar
Mãe Mãe Mãe doce Mãe
Mãe Mãe Mãe doce Mãe

Autor: Luis Salsa 1975
salsa6@mts.net



Mensagem:  728
Data:  5/2/2005 3:45:30 PM
Nome:  Tony Melo
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
&&&& SABER APROXIMAR-SE &&&& Como nos bem sabemos, de maneira alguma, nao somos perfeitos. O bom senso da-nos a entender que certas coisas que-se pratica, devia haver com toda a inclinacao debrucado para um trabalho, achava que muito afincadamente deveriamos ter o maximo direito de esta aproximacao ser quase que perfeito. Nao entendo as vezes, e tenho notado mais frequentemente em que as pessoas no seu mais profundo ser, nao procuram fazer o melhor dos melhores!... assim tinhia-mos aquela aproximacao para o tal lado certo a encostar para o quase que perfeito. A voz da experiencia, e um ensino quase que perfeito !... Aceitar um conselho de um experiente, e realmente muito valido, mas as vezes os experientes caiem num relaxar inaceitavel por causa daquilo ($) que nos comanda a vida. Nao e bem assim....forcosamente temos que dizer o que nos manda a experiencia, para que nao caiem numa fraqueza total. Digo com a maior franqueza, sinto uma certa pena e doi ver certas coisas que para mim vejo ainda nao esta no tal ** quase que perfeito. Espero que tenham entendido este pequenino artigo. Com todo o respeito,sejam mais qualitativos e nao quantitativos. Que passem muito bem, M.T.M.


Mensagem:  727
Data:  5/1/2005 3:27:13 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
"ORFEÃO ANTERO DE QUENTAL"

Magnificent.

It was spectacular. The enthusiasm, the pride, the gusto, the performance in York University were spectacular.

Even our Portuguese Community leaders agreed: splendid!
Someone in the audience was visibly moved to tears listening to the beauty, to the artistic level. Indeed I never sung our Portuguese Anthem with the fire and pride of a born lusitano as I did yesterday: "Entre as brumas da memória, Ó Pátria, sente-se a voz dos teus egrégios avós..."
I felt also the wonder, the mystery, the beauty, the immense green of our "Ilhas de Bruma".

Maestro we did excel! With your high level of music talent perhaps we could have done better, and. we will! But allow me to brag, no one ever sung like we did... Thank you. Thank you.
I thank each member for who we are - the great singers of Orfeão Antero de Quental.

I was impressed by the speakers. I wish they would be far more visible in the Community. I hope our children will follow their trail of learning and success. Elvino excelled with his sense of humour and rich learning experience.

Unfortunately after 40 years with his Estado Novo Salazar succeeded in his bizarre plan and I quote him: "Prefiro uma nação de mulas e não de intelectuais..." And he never authorized extra universities, no new High Schools...

We came to Canada to make it on our own without handouts from governments. With fierce determination, hard work and ambition we succeeded. And how we did succeed!
We surely wanted our children to learn. We did try very hard to convince them to follow the high road of "academia". We were sick of being Salazar's "mulas". We were never afraid as mentioned, we were ferociously independent, with the courage of the mariners of old, with the resolve of our ""heróis do mar".

Many of us left Portugal angry. We had lost respect for the then portuguese intelligentsia. Our perception - they were part of the system, very accommodating and always talking down...

We do not want our children to be like those portuguese intellectuals. We want them to be leaders in thought, research, in humanity. Leaders not because of the heritage that treated their parents badly obliging them to emigrate, but to stand on their own, to respect each individual, no matter the social level, for who he is and not for what or who he knows or does.

Enough of politicking.

Today was indeed a great day, because of our singing, because of our young students who strive to make on their own against all odds, against a past we are not proud. Bravo Dr. José Rodrigues!
Thank you all. See you tomorrow.
Next performance June 24 in PCCM. And our name, reputation are spreading...

Oh, let me be a child again. I loved it! Why not? I am a descendant of the "heróis do mar", I was born "nas Ilhas de Bruma".

God bless.
O velhote de Alliston,
Moses



Mensagem:  726
Data:  5/1/2005 11:25:07 AM
Nome:  Isabel Amaro
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Querida Irmã

Hoje é o dia dos teus anos, o primeiro ano que não te telefono para te dar os parabéns. Hoje acordei com uma vontade louca de te ligar de falar contigo de rirmos juntas como faziamos sempre, te dar os parabéns por mais um ano.
Que saudade que eu sinto.
Agora acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre. Comigo caminham também todos os momentos maravilhosos que passamos juntas.
Te Amo Muito

Isabel Amaro
www.amarflorist.com



Mensagem:  725
Data:  4/30/2005 1:25:37 PM
Nome:  Venus Creations
País:  Toronto,Ontário,Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Venus Creations

vem por este meio comunicar que amanhã domingo 1 de Maio se celebra missa por intenção de Rosa Amaro irmã de Isabel Amaro, proprietária do Amar Flowers.
Esta missa será celebrada na igreja de St Helena
no 1680 Dundas St. West
às 5 horas da tarde.
O nosso muito obrigado a todos.

www.venuscreations.ca



Mensagem:  724
Data:  4/28/2005 2:18:28 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
*NOITE DE FADO & LANÇAMENTO DE CD DE TONY GOUVEIA*

Com a participação especial do trio de "ANTÓNIO AMARO", "GUIDA FIGUEIRA" e "MÁRIO JORGE"
Dia 14 de Maio, 2005, 19h30
No (EUROPA CONVENTION CENTRE), 7050 Bramalea Rd.,
Mississauga
Jantar e espectáculo : $35
Bilhetes à venda no (EUROPA CATERING),
1352 Dundas St. West
Toronto
telefone (416) 534-5520
Não deixem de apoiar este grande artista da nossa comunidade.

www.venuscreations.ca



Mensagem:  723
Data:  4/27/2005 9:59:29 AM
Nome:  Luis Salsa
País:  Wennipeg
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Foi a 35 anos que cantei mesmo a porta da igreja da esperanca, ao Senhor Santo Cristo a canção que ofereço a todos os admiradores e simpatizantes da Venus Creations que ainda hoje lembram-se do Luis Salsa e para todos vos desejo SAUDE PAZ E AMOR

1

Saias do Templo um dia Senhor
Quando te vi ao passar
Estava uma multidão Senhor
A espera de te adorar
Ai Senhor Senhor Santo Cristo
E quem não sabe de ti Senhor
Nunca sabe o que é viver
E quem não sabe de ti Senhor
Nunca sabe o que é viver
Há tanta gente no Mundo Senhor
Que nunca te viu passar
Mas se um dia te vissem Senhor
Começavam a chorar

Abril 30 Maio 1 de 2005
Autor; LUIS SALSA 1970



Mensagem:  722
Data:  4/24/2005 7:10:22 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
A Administração da "VENUS CREATIONS" gostaria de informar que a bem popular artista "GUIDA FIGUEIRA" foi a grande e digna vencedora do Festival da Canção C.i.R.V. há pouco realizado.
Desejamos-lhe os maiores sucessos tanto na sua carreira artística como profissional, a canção vencedora foi "O ÚLTIMO ENTARDECER" com letra e música de "RUI BALSEMÃO".
A todos estes vencedores e também à C.i.R.V. os nossos (PARABÊNS), pelo enorme éxito deste festival.

www.venuscreations.ca



 
Página 85 de 158

Página Anterior

Página Inicial

Página Seguinte

© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.