Comentários

Página 74 de 157

Com um total de 1567 comentários.

Página:  Anterior  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  Seguinte
Mensagem:  837
Data:  9/9/2005 1:57:36 PM
Nome:  Mário Ponte
País:  Valença do Minho - Portugal
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
GANFEI é uma freguesia do concelho de VALENÇA, frente à cidade de TUI, em Espanha, região do ALTO MINHO, terra onde nasceu o primeiro Santo Português – S. TEOTÓNIO – conselheiro do primeiro Rei de Portugal, D. A F O N S O H E N R I Q U E S. --- O GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI, foi fundado em 01 / 10 / 1951 --- O seu repertório é composto por 20 danças e 20 coros --- Os trajes são originais de GANFEI e denominados de encosta da serra --- Conta inúmeras actuações em PORTUGAL, ESPANHA e FRANÇA --- Possui a MEDALHA DE PRATA DE MÉRITO MUNICIPAL de VALENÇA --- É filiado, desde a sua fundação, no I N A T E L --- C C D - 3476 --- É sócio fundador da FEDERAÇÃO DO FOLCLÓRE PORTUGUÊS --- É Associação Juvenil inscrita no R N A J com nº. 16. 08. 040 --- É Associação com DIPLOMA DE UTILIDADE PÚBLICA desde 08/07/98 --- É fiel representante do folclore da sua terra que é Ganfei – Valença --- É composto por Juventude com idades variada e com 45 elementos --- Realiza vários Festivais de Folclore e Exposições durante o ano --- Tem como danças predominantes desta terra “ OS FANDANGOS” RAZÃO DE SER O Grupo Folclórico de Ganfei, foi fundado em 1951, por Aníbal Moreira de Sousa, e foi inscrito desde a mesma data no Gabinete de Etnografia da FNAT, constituindo um Centro de Recreio Popular, com personalidade jurídica. O facto de começar a aparecer cabinas de música nas festas das freguesias, exibindo cada vez mais música que nada tinha a ver com o folclore ou música regional e com o sequente decaimento daquele tipo de expressão musical, começando a cair no esquecimento a música de raiz do povo da região e em especial da freguesia , estão sim na origem da fundação do GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI, o qual começou a fazer a recolha musical folclórica tradicional da freguesia por entre as pessoas mais idosas e assim divulgando-as e mantendo-as de geração em geração. Sobre danças, cantares e trajes, nada melhor que trasncrever a nota do escritor Lopes de Oliveira: “ Os trajes antigos que remontam a época de 1870, para as mulheres, é constituído pelas seguintes peças: jaqueta, chambre ou blusa, lenço à vareira traçado ao peito, lenço na cabeça de bobinete, ou lenço de tule, meias de linha de algodão, de manufactura caseira e chinelas pretas para os pés. Esta vestimenta é conhecida pelo TRAJE DE ENCOSTA. O fato era usado por todas as mulheres das terras do vale do Minho e das serranias, até para lá das terras de Amarante. Estes trajes foram adquiridos, todos já velhíssimos e gastos pelo seu uso, a pessoas de muita idade, que os possuíam e presentemente já todas desaparecidas desta vida. Quanto aos trajes dos homens, é o fato constituído por calças, larga na parte inferior da perna, chamada à boca de sino, jaqueta ou colete , tudo em tecido preto, com vistas redondas ou em bico, camisa de linho, com bordado a algodão em branco, trabalhado à mão, segundo o gosto do seu possuidor ou do seu par, esta com colarinho baixo. O sapato ou bota preta com meia branca e à cinta uma faixa preta, sendo na cabeça um chapéu de aba larga de copa ou às três pancadas completam a vestimenta do homem. Enquanto os trajes das mulheres são autênticos da época de 1870, ou até de tempos mais recuados, o dos homens são cópia do único fato , cedido por empréstimo, remontando aquele mesmo ano. È este o único agrupamento folclórico do concelho com actividade baseada em estudo e recolha feita pelo seu fundador, desde 1945 até 1951, como o seu prosseguimento e foi o único devidamente legalizado, até aproximadamente ao ano de 1980 passando pela transformação da F.N.A.T. em I N A T E L e pela nova legislação de constituição de Sociedades Culturais, Desportivas e Recreativas. Foi em 18 de Fevereiro de 1995, dia de S. Teotónio, que a Câmara Municipal de Valença, concedeu a Medalha de M É R I T O M U N I C I P A L em P R A T A. Foi inscrito como C. C. D. ( Centro Cultural e Desportivo ) no I N AT E L em 1997, além da filiação desde a sua fundação em 1951, inscrito em Maio de 1997, no Registo Nacional de Associações Juvenis, ( R N A J ), tendo sido atribuído em 8 de Julho de 1998, o D I P L O M A D E U T I L I D A D E D E P Ú B L I C A. O GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI, devidamente organizado e legalizado, participou pela primeira vez em espectáculos, durante o ano de 1952, por ocasião das festas do concelho de Valença, no primeiro concurso de Folclore , com a presença dos grupos locais. Depois de algumas vicissitudes porque se vinha passando, o grupo em1956 voltou a animar as festas do concelho de Valença com uma exibição considerada de “muito prestigiante”. Também em Agosto, participou no festival de S. Gabriel em Fontoura – Valença. Neste ano em 12 de Dezembro, numa dependência do Hotel Valenciano, fez uma desenvolvida gravação para a EX.EMISSORA NACIONAL, na sequência duma diligencia feita pelo conterrânio GANFEIENSE Dr. Augusto Vaz. Mais tarde, a convite da Casa do Minho em Lisboa, no Coliseu dos Recreios, actuou no Festival Galaico-Minhoto, em Grandes Noites do Minho, em dias 29 e 30 de Maio de 1957. A partir daí, participou em diversos espectáculos, com inegável sucesso, designadamente no Festival Internacional de Braga, no primeiro festival Nacional da Meadela, e no festival do Maio Florido no Porto. Em 1958, participou na homenagem ao Dr. António Luís Gomes, feita no Monte de Nª. Srª. do FARO; no VII Festival de Folclore de Valença; Festas de Nª. Srª. das Dores e Sr. dos Milagres em Monção e no II Festival de Folclore da Srª. da Bonança em Ancora. Em 1959, actuou nas festas Patronales de S. Telmo em Tui-Espanha; Cruzes em Barcelos; II Encontro de Graduados da Mocidade Portuguesa; Festas do concelho de Paredes de Coura e Valença . Em 1960, continuou pelas festas de Tui – Espanha, festas concelhias de Vila Nova de Cerveira, Valença e Ponte da Barca. Em 1961, participou na II Exposição do Vinho no Bombarral. Em 1963, a destacar as grandes festas de S. Bento da Batalha. Em 1964, as deslocações ao estrangeiro, não se fizeram esperar, designadamente em Tui – Espanha; em Oviedo, no dia das Américas em Asturias e em Baiona, Pontevedra , onde filmou a Televisão Espanhola e aí se exibiu perante o Generalíssimo Franco, na data em que foi inaugurado o Parador Conde de Gondomar. Em 1969, participou também nos festivais de Prozelo e Sampaio em Arcos de Valdevez, bem como em outros sem importância. Depois de um período de alguma inactividade, 1972, devido a problemas de saúde e doença do seu fundador, que também era director – ensaiador, o Grupo Folclórico de Ganfei, não deixou de ser reconhecido aquando da fundação de Federação do Folclore Português, do qual é sócio fundador desde o seu inicio em 1977. Os maus tempos passaram , e assim se pode chamar ao período de aparente inactividade , voltando o grupo a surgir em plena forma no ano de 1982 com o mesmo prestigio de sempre, levando o nome de Ganfei e do concelho por terras longínquas de Portugal e estrangeiro. Assim em 16 / 02 / 82, dia de S. Teotónio, terra natal , e freguesia de Ganfei, apareceu a REORGANIZAÇÃO do Grupo Folclórico, regressando novamente aos festivais, tendo participado de seguida no VI festival de Folclore Nacional e IV Luso – Galaico da Meadela. Em 1983, participou nas festas de S. Pedro, Folk Varzim e festival Internacional das festas do concelho Valenciano. Em 1984, andou por Terras de Bouro, inauguração da agência de viagens Jumbo em Valença e novamente ao festival internacional das festas do nosso concelho . Em 1985, exibiu-se no II Festival do Vira em terras de Ponte do Lima e como sempre no festival Valenciano em ocasião das festas do concelho e da padroeira , N. Sra. Senhora do Faro sita no monte do mesmo nome e na freguesia de, Ganfei. Em 1986, participou este grupo no festival de folclore organizado pela Escola Secundária de Valença em ocasião da semana cultural, no 5º Encontro de Valencianos em Lisboa denominada Liga dos Amigos de Valença e no VII festival das Neves em Viana do Castelo, tendo como encerramento anual em 19 de Outubro, comemorando com 1 º. Festival pelo 35º. Aniversário da sua fundação, em público e pela primeira vez com o festival Internacional, no Estádio Dr. Lourenço Raimundo em Valença, com os grupos de Taião, Castelo de Neiva, Mós-Tui, P. de Coura e Ganfei. Em 1987, recebe 15 convites para exibição. Aceita apenas 5 por dificuldades financeiras. Por iniciativa do novo elenco directivo, dirigido por VALDEMAR MOREIRA , filho do fundador e director artístico, resolveu-se dar uma nova dinâmica ao grupo, fomentando mais divulgação a nível de Portugal e estrangeiro, tal como Espanha e França. O grupo teria de ser renovado e incluir nas suas fileiras a Juventude . Assim em Maio, em colaboração com o Município de Valença, foi fazer parte na FEIRA AGRICOLA DE SANTARÉM com uma grande Exposição sobre Valença e o emparcelamento rural de Ganfei, onde estavam presentes todos os temas da fortaleza amuralhada e da agricultura local, tendo o grupo actuado para o Sr. Presidente da Republica, Dr. Mário Soares, na casa do Campino. Seguiu-se a mostra de folclore Ganfeiense em festas da Srª . das Dores em Parada – Paredes de Coura, II festival de S. Julião em Valença, festas de Sr. dos Remédios em Paderne – Melgaço. Para encerramento deste ano, e não defraudando o desejo do ex-director, realizou-se as comemorações do 36º. Aniversário . Com este o 2º FESTIVAL FOLCLÓRICO E MÚSICA POPULAR mas desta vez com um sabor Valenciano, pois intitulou-se como SARAU VALENCIANO, porque iria reunir em palco apenas gente de Valença, o que foi conseguido, com a presença de 17 grupos e num total de 600 pessoas. Desde os: • BOMBOS DE BOIVÃO; • FANFARRA DOS BOMBEIROS; • ESCOLA DE PATINAGEM NOVO MUNDO; • GRUPO ESCUTEIROS DE VALENÇA; • RANCHO INFANTIL DE CRISTÊLO – CÔVO; • GRUPO JAZ BANDE de FRIESTAS; • RANCHO FOLC. DE CERDAL; • ESCOLA DE MÚSICA Stª. CECILIA; • CORAL POLIFONICO DE VERDOEJO; • CORAL POL. DE S.TEOTÓNIO; • RANCHO FOLC. S. JULIÃO; • ESCOLA DE MUSICA S. PEDRO DA TORRE; • GRUPO CONTRASTA; • GRUPO TIPICO RONDA; • RANCHO FOLC. DE TAIÃO; • GRUPO ESPAÇO DE FONTOURA e • G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I Foi esta a grande festa que se viu e que todos os Valencianos apreciaram com o prazer de verem que a sua terra tinha possibilidades de exibir toda a sua cultura num só espectáculo e numa só noite de Maio. Os VALENCIANOS no final do espectáculo, apenas pediram mais vezes. Em 1988, recebe 34 convites para exibições. Tem deslocações a festivais nacionais e internacionais, onde se percorre o país de norte a sul incluindo parte de Espanha, para divulgar as nossas tradições e para que os referidos grupos também possam apresentar os seus repertórios, em terras Valencianas nos nossos festivais. Assim se realizou o 3º. Festival e 1º. do Emigrante, por ocasião do que deveriam ser as festas do concelho de Valença em 15 de Agosto e não chegaram e ser realizadas, mas que os dias não ficaram esquecidos e em 14 de Agosto teve a presença em festival realizado às 15 horas os grupos de: FOLCL. QUINTIÃO – SOALHÃES – MARCO DE CANAVESES “ VILAR DE PARAÍSO – VALADARES – V.N.GAIA “ DA COSTA MACEIRA -------------------- LEIRIA “ SEIXOS ALBOS – GALIZA --------- ESPAMHA “ AS MORENITAS – TORRÃO DO LAMEIRO – OVAR “ TIPICO DE VILA NOVA - CERNACHE - COIMBRA G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – VALENÇA Foi ao outro dia 15 de Agosto, dia da romaria de Nossa Senhora do Faro, no monte do mesmo nome que à noite, no jardim Municipal se realizou mais um, sendo o 4º. Festival, sendo o 2º. Emigrante, este com grupos apenas das freguesias do nosso concelho : ---- CRISTÊLO – CÔVO -- GANFEI -- S.JULIÃO -- CERDAL -- TAIÃO---- Mais tarde e em pleno outono, em 2 de Outubro, mais uma festa que vai, comemorar com o 5º. Festival sendo o 37º. ANIVERSÁRIO do Grupo com a presença dos grupos de : ----- ETNOGRÁFICO de VARZIELA -------- FELGUEIRAS; ----- PAMPILHOSA DO BOTÃO ------------- MEALHADA ; ----- ZEBREIROS – FOZ DO SOUSA –--- BONDOMAR ; ----- FOLCLÓRICO da FAJARDA----------- CORUCHE ; (que faltou ) ----- ETNOGRÁFICO DE MOLDES –-------- AROUCA ; ----- G R U P O F O L C L Ó R I C O DE GANFEI – Aniversariante. Em 1989, recebe 54 convites . É realizado em 18 de Fevereiro o 6º. Festival sendo o 1º. dedicado ao nosso primeiro SANTO PORTUGUÊS – S. TEOTÓNIO, nascido em Ganfei, e onde é feita a festa estando os grupos de: ----- INFANTIL DE CRISTÊLO-CÔVO ---- VALENÇA; ----- FOLCLÓRICO DE PEVIDÉM ---- GUIMARÃES; ----- FOLCLÓRICO DE TAIÃO ---- VALENÇA ; ----- FOLCLÓRICO DE ANÇÃ ---- COIMBRA; ----- GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI ---- VALENÇA. Seguindo-se o nosso trabalho, mais uma vez e pelas razões do ano anterior, em 13 de Agosto, domingo às 15 noras é realizado o 7º. festival, sendo o 3º. dedicado ao Emigrante com grupos de: ----- SANTA EULÁLIA DE LAMELAS --------------------- SANTO TIRSO ----- FERMENTELOS – OLIV. BAIRRO -------------------------- ÁGUEDA ----- PARADA DE GONTA – TONDELA ------------------------------ VISEU ----- GRUPO FOLCLÓRICO D E G A N F E I - V A L E N Ç A ----- FOLC. DO CARREGADO ----------------------------------- ALENQUER ----- REG. DE S. JOÃO DE VER – GRANJA ------------------------ FEIRA ----- FOLC. DE SEIXO –MONTEMOR-o-VELHO --------------- COIMBRA Chegou o dia do 8º. Festival e propriamente o do referido 38º. ANIVERSÁRIO DO GRUPO, que é em 01 de Outubro, e por isso mais um Festival com grupos de vários pontos do país, tendo a destacar: ----- GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI ------------------------------VALENÇA ----- FOLCLÓRICO DO BAIXO VOUGA - EIXO --------------------- AVEIRO ----- FOLCLÓRICO DO BORDALO -------------------------------- COIMBRA ----- OS FOGUETEIROS DE ARADA ---------------------------------- OVAR----- SANTA MARIA DE CABRIL – CASTRO DAIRE ------------VISEU e faltou ----- AS LAVRADEIRAS DE STª. MARIA ADELAIDE ---- V.N.GAIA Foi este grupo, quando dos festivais organizados em Valença, e porque se dedicou com carinho e não se esqueceu os EMIGRANTES, que durante as suas férias não faltaram para estar com o grupo folclórico de Ganfei que também com toda a amizade Valenciana, quiseram que o seu concelho estivesse representado em terras de FRANÇA. Assim em 19 Setembro, vai este grupo para o grandioso festival ELISA RIBA organizado pela ASSOCIAÇÃO FRANCO PORTUGUÊSA DE ARGENTEUIL sediada naquela localidade – PARIS. Foi o grande empenho que a gente Emigrante naquela tão distante terra de França e com o gosto de ter presente, para recordar o folclore minhoto, porque era ter um pouco de PORTUGAL junto dos seus amigos, GANFEI, e o seu grupo de folclore, representou na sala VILARETT , para uma multidão de gente portuguesa e em especial MINHOTA. Foi uma tarde inesquecível, com uma exibição a fechar um programa de vários grupos sediados em França, todos representando a sua região, onde o Grupo Folclórico de Ganfei, brilhou e triunfou pela pureza do seu folclore , tradicional e próprio da sua terra. Não se pode deixar cair no esquecimento as nossas tradições regionais e aqui representadas pelo grupo de Ganfei, mas também fica gravado no coração de todos os componentes todo o carinho com a gente da Associação de Argenteuil tratou os seus conterrâneos. Em 1990 o Grupo recebe 45 convites para festivais e romarias e organiza o 9º. Festival e o 2º. S. Teotónio. Era uma nova realidade , e porque se tratava do dia 18 de FEVEREIRO, ao Domingo, a organização do grupo folc. de Ganfei, não deixou passar, como em outras ocasiões em trazer a representação de uma terra por onde tenha andado S. Teotónio, pois Coimbra estava presente com os grupos Valencianos. ---- GRUPO INFANTIL OS MOLEIRINHOS DAS AZENHAS --- GANFEI ---- R A N C H O C A M P O N E S E S M I N H O T O S --- CERDAL ---- R A N C H O C U L T U R A L D E S . J U L I Ã O ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I ---- GRUPO FOLC. CEIFEIROS DA CORUJEIRA – S.M. BISPO-COIMBRA Também a ROMARIA Nª. SRª. do FARO, com várias tentativas para que o folclore estivesse presente, a única típica da nossa freguesia, por ser no alto do monte, e a Padroeira de Valença, teve este ano a sua ocasião, sendo o 10º. Festival sendo o 4º. do Emigrante, em que esteve presente o GRUPO FOLCLÒRICO DE GANFEI e o GRUPO FOLCLÓRICO DA ASSOCIAÇÃO FRANCO PORTUGUESA DE ARGENTEUIL – FRANÇA, em retribuição da nossa ida a França. O almoço tipicamente tradicional para esta festa não faltou para todos os elementos, e onde também esteve presente, a manta, a cabaça do vinho, com o pau e a manta para servir na mesa que era o chão. O folclore, dançado em terrado, foi para encerrar a bela tarde que ficou na memória de todos. Em fins de Setembro, mais um ano passava e também o 11º. Festival comemorando o 39º Aniversário do Grupo , era uma realidade com grupos do Minho, Douro Litoral, Ribatejo, Beira Alta, e Alto Alentejo, ode este grupo retribuiu em permutas nos seus festivais, estando presentes os grupos : ---- FOLCL. DE S. CRISTOVÃO - NOGUEIRA DA REGEDORA –FEIRA ---- FOLCL. DA GOUXARIA – ALCANENA – RIBATEJO ---- CASA DO POVO DE NESPEREIRAS – GOUVEIA ---- CASA DO POVO DE NISA – ALTO ALENTEJO ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE G A N F E I - VALENÇA Em 1991 , o grupo de Ganfei, continua com o mesmo dinamismo dos anos anteriores e não deixa em vão a já organização dos festivais que tem sido sua iniciativa , assim como a divulgação do seu folclore, para em permutas trazer gente sempre com variedades de tradições à nossa terra que é Valença. Por isso recebe mais de 84 convites para festivais no país e no Estrangeiro e outras representações e por tal percorre Portugal, desde Melgaço até Lisboa, a Galiza e França. Nem tudo foi aceite, mas sim o necessário . O tradicional festival de S. Teotónio da nossa iniciativa tinha sido usurpado por outro grupo ganfeiense, mas o que interessa é que o Santo da nossa terra não é esquecido. E para a realização do 12º. festival sendo o 5º. dedicado ao Emigrante, que teve lugar no Sábado dia 14 de Agosto às 22horas , teve como representação os grupos: ---- GRUPO FOLCLÓRICO D E G A N F E I ---- V A L E N Ç A ---- GRU. FOLC. DANÇAS E CANTARES – S. JOÃO de VER – FEIRA ---- RANCHO FOLCLÓRICO DE P A R A M O S – P O R T O ---- RANCHO FOLC. DA C. P. DE FERMENTÕES – GUIMARÂES ---- GRUPO FATO DE DANZAS G A L I Z A – E S P A N H A ---- RANCHO FOLCLÓRICO DOS MOLEANOS – A L C O B A Ç A Foram as nossas deslocações a festivais, para fazer permutas a terras de Feira, Porto, Guimarães, Galiza, Alcobaça, Batalha, Gouveia, Mira, Caldas das Taipas, Espinho, e o primeiro FESTIVAL DO ALTO MINHO, realizado com um grupo de cada concelho do distrito de Viana do Castelo, com a organização inicial do GRUPO ETNOGRÁFICO DE VILA PRAIA DE ANCORA, percorrendo em cada ano um novo concelho e mais tarde também uma deslocação a terras de França para que os grupos dessas regiões participassem nos festivais em Valença . No dia 15, foi a ocasião de em plena tarde com a ajuda da Câmara Municipal de Valença, no jardim Municipal, fazer mais uma pequena demonstração de folclore Minhoto Emigrado com o 13º. Festival sendo o 6º. ao Emigrante, e isto porque no programa estava presente além do grupo sempre disponível em organização e colaboração , também um outro vindo de terras longínquas sendo os seguintes: ---- RANCHO FOLCLÓRICO MARIA DA FONTE – CASA DO MINHO --- RIO DE JANEIRO - BRASIL --- ---- GRUPO DE MUSICA POPULAR BRASILEIRA com SAMBA ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I - V A L E N ÇA Foi uma tarde maravilhosa para esta gente emigrada em terras do nosso Brasil, assim se pode chamar, porque vieram demonstrar aos Valencianos e visitantes, que as tradições portuguesas das suas origens, não estavam esquecidas em terras longínquas como o Brasil, sua terra adoptiva, mas também não faltou o ritmo do brasil com a fulia das suas danças , representada pelos mesmos componentes do grupo. Não podia deixar de estar presente para acompanhar esta gente o grupo mais antigo do concelho de Valença , que tem levado todo o seu folclore , quer em grupo, quer por elementos que pelo grupo passaram, e muitos estão emigrados, por todo o mundo . Aproxima-se o fim do ano de trabalho, de festas e romarias e também chega o dia da festa principal do Grupo de Ganfei, seguido-se depois de todas as deslocações durante o ano a terras longínquas , é mais uma vez a ocasião de reunir todos esses que visitamos, mas, desta em terras Valencianas, no 14º. Festival, sendo o 40º. Aniversário do Grupo, pois para tal constam do programa os seguintes: ---- RANCHO FOLCLÓRICO ROSA DO LENA – Rebolaria – BATALHA ---- RANCHO FOLCLÓRICO DE GOUVEIA – SERRA DA ESTRELA ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE MIRA - B E I R A L I T O R A L ---- GRUPO FOLC. DE SOUTO – Caldas das Taipas – GUIMARÂES ---- RANCHO FOLCLÓRICO SANTIAGO DE SILVADE -- ESPINHO ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI – VALENÇA – ALTO MINHO. Em 1992 é mais um ano que vai passar na vida da associação que se dedica na sua totalidade à preservação e divulgação do folclore da sua terra, aos usos e costumes, a uma tradição de 41 anos de cuidados intensivos para não passar ao esquecimento, tudo quanto de pode recolher dos nossos antepassados. Porque temos dois festivais a realizar, recebemos 94 de convites para permutes e representações sendo para festivais de outros grupos e romarias tendo sido aceites alguns de diferentes localidades geográficas e de interesse para a representação futura em Valença, nos festivais de nossa organização, tais como Vila do Conde, Melgaço, Arcos de Valdevez, (INATEL) – Paredes de Coura, Pontevedra, Resende, Tábua , Coimbra, Cartaxo, Maia, Ovar, Leiria, Fátima , Correlhã e a participação no 2º Festival do Alto Minho realizado em Paredes de Coura. Como participantes no 15º Festival deste grupo e 7º. Emigrante realizado na tarde de 16 de Agosto, fizeram parte os grupos: ---- RANCHO FOLCLÓRICO DE MINDELO --------------- VILA DO CONDE ---- ETNOGRÁFICO de S. MIGUEL DE ANREADE ---------------- RESENDE ---- REGIONAL E FOLCLÓRICO DE CANDOSA ------------------ TÁBUA ---- RANCHO TIPICO DE ANAGUEIS -------------------------- COIMBRA ---- RANCHO FOLCLÓRICO DA LAPA ------------------------------- CARTAXO ---- GRUPO FOLCLÓRICO D E G A N F E I -----------------V A L E N Ç A No dia 4 de Outubro, mais um ano tinha passado, na vida do Grupo Folclórico de Ganfei e por isso terá o 16º. Festival comemorando o seu 41º. ANIVERSÁRIO onde estiveram presentes os grupos de: ---- RANCHO REGIONAL DE S. SALVADOR DA FO L G O S A M A I A ---- GRUPO FOLCLÓRICO “ C A N C I O N E I R O D E O V A R “ --- RAN. FOLC. FLORES DE VERDE PINHO – COIMBRÂO- LEIRIA --- RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO POVO DE F Á T I M A --- RANCHO FOLCLÓR DA C O R R E L H Ã - P O N T E D O L I M A --- G R U P O F O L C L Ó R I C O DE G A N F E I -- V A L E N Ç A Foi também durante o decorrer de este ano que o grupo teve 35 actuações em unidades turísticas e Hoteleiras do concelho de Valença. Em 1993, também este Grupo teve 80 convites para participações em festivais de folclore, tendo participado no Festival do Alto Minho, realizado em Vila nova de Cerveira, Coimbra, Nine, Setúbal, Santo Tirso, Ovar, Penacova, Mira, Penafiel e duas vezes na região de Pontevedra em Espanha. Novamente organizou com todos os grupos destas localidades, e no dia 15 de Agosto da parte de tarde o 17º. Festival e o 8º dedicado ao Emigrante, 8que nesta ocasião passa férias na sua terra , onde estiveram presentes os seguintes grupos: ---- GRUPO DE DANÇAS E CANT. REG. DO FARALHÃO – SETÚBAL ---- RANCHO FOLC. E ETNOG. DE REBOREDA – V. N. DE CERVEIRA ---- RANCHO F O L C L Ó R I C O DE P O R T O M A R - M I R A ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E N I N E ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I - V A L E N Ç A Seguiu-se depois mais o 18º. Festival , este do 42º. Aniversário do grupo, realizado no dia 3 de Outubro, Domingo à tarde, nas sombras do arvoredo do Campo da Feira em Valença, com os seguintes grupos: ---- RANCHO FOLC. ETNOG. DO ZAGALHO- V. CONDE –PENACOVA ---- GRUPO DE GAITAS E DANÇA DE PAZOS DE REIS –TUI -GALIZA ---- GRUPO FOLC. ZÉ DO TELHADO – RECEZINHOS – PENAFIEL ---- GRUPO F O L C L Ó R I C O C A N C I O N E I R O D E O V A R ---- GRUPO FOLCL. DE S. MARTINHO DO CAMPO – SANTO TIRSO ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I - V A L EN Ç A Também teve 24 actuações para turistas em unidades hoteleiras do concelho de Valença. Em 1994, novamente com a qualidade de sempre e a originalidade do Folclore Ganfeiense, que recebeu 74 convites para exibição, as representações passaram por terras de Coimbra, Santo Tirso, Santarém, Feira, Penafiel, Valença, Vila Garcia de Arosa em Pontevedra, Tui, S. Telmo em Espanha e em especial para o Senhor Ministro Marques Mendes quando da visita a Valença. Mais onze exibições foram feitas para turistas em unidades hoteleiras, e a participação no festival do Alto Minho realizado este ano no concelho de Monção. Não podemos esquecer, que mais uma vez este grupo realizou , o 19º. Festival, sendo o 3º. dedicado ao S.Teotónio, no dia da sua própria festa em 18 de fevereiro, com a participação dos seguintes grupos: ---- CAMPONESES M I N H O T O S DE C E R D A L --- VALENÇA ---- INFANTIL MOLEIRIMHOS DAS AZENHAS – GANFEI - VALENÇA ---- FOLCLÓRICO C U L T U R A L DE S. J U L I Ã O --- VALENÇA ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I --- VALENÇA Não foi realizado o festival do Emigrante, este ano, em virtude da realização das festas do concelho, onde incorporava um cortejo etnográfico, onde os grupos e associações do concelho de Valença marcaram a sua presença. Participou esta associação com artesanato regional, da nossa terra, em exposições diversas, tal como em Viana do Castelo, Arcos de Valdevez e Passos de Reis em Espanha. Fizemos com o mesmo material, e durante 30 dias, uma Exposição na sede do grupo. • 20º. Festival comemorando o 43º. Aniversário do grupo não podia deixar de ser e este ano pela primeira vez no grande parque da Parada dos Bombeiros Voluntários de Velença, no dia de Domingo em 02 de Outubro tendo os seguintes 10 grupos: ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI – VALENÇA --- ALTO MINHO ---- GRUPO FOL. S.SALVADOR DE MONTE CÓRDOVA --- Stº. TIRSO ---- GRUPO FOLCLÓRICO D E T A V E I R O ---- C O I M B R A ---- GRUPO FOLC. LEMBRANÇAS DA TERRA – GALIZA – ESPANHA ---- RANCHO FOLC. da CASA do POVO de GLÓRIA DO RIBATEJO ---- GRUPO FOLC. D E S E R Z E D E L O ---- G U I M A R Ã E S ---- RANCHO R E G I O N A L D E A R G O N C I L H E - F E I R A ---- GRUPO FOLCL. DE S A N Y A G O - GALIZA -- E S P A N H A ---- GRUPO FOLC. DE S. TIAGO DE CUSTÓIAS - M A T O S I N H O S ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE VIEGAS - ALCANEDE - R I B A T E J O Foi este ano, até à o presente data e apenas com grupo de folclore, o maior festival organizado pelo aniversariante . Em 1995, cantou pela primeira vez as JANEIRAS E REIS em todo o concelho de Valença, percorrendo todas as casas públicas de unidade de hotelaria e similares, tal como cafés, restaurantes , hotéis, etc. Recebe 83 convites para participação em festivais de folclore, desde o Minho ao Algarve, tendo de aceitar apenas os suficientes para a realização dos festivais a seu cargo , por ser em permuta, aproveitando outros que era apenas para actuação. Teve actuações em Lugo – Espanha, Fátima, S. Pedro do sul, Loulé, Alenquer, Ourem, Pombal, Tui e Baldranes em Espanha, Sapardos em Cerveira, Fontoura, Taião e Exp. em Valença e quando da visita do Sr. Ministro Agricultura António Duarte Silva a Valença. Por fim em 10 de Dezembro, perante as câmaras da Televisão de Galiza em Santiago. Por sorteio, pertenceu este ano ao grupo de Ganfei, a realização em Valença, e na Parada dos Bombeiros, considerada como sala de visitas para espectáculos deste género, o 21º. FESTIVAL e 5º. Festival do Alto Minho, com a participação dos dez concelhos do Distrito e a representação dos sempre pontuais, que ao longo de dez anos participam juntamente, uma vez em cada concelho, e que terminará no ano 2.000, na sede do Distrito em Viana do Castelo os grupos , dos quais fizeram parte: ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE G A N F E I ------- V A L E N Ç A ---- RANCHO FOLC. da CASA do POVO de BARBEITA – M O N Ç Ã O ---- GRUPO DANÇAS e CANT. do NEIVA SANDIÃES -- P. L I M A ---- GRUPO FOLCLÓRICO D E V I A N A D O C A S T E L O ---- RANCHO FOLC. DE ARCOS SÃO PAIO – ARCOS DE VALDEVEZ ---- ETNOGRÁFICO DA ASSOC. C. R. de PAREDES DE COURA ---- ETNOGRÁFICO DE VILA PRAIA DE ANCORA --- C A M I N H A ---- RANCHO FOLC. ETNOG. DE REBOREDA - V. N. DE CERVEIRA ---- RANCHO FOLCLÓRICO DE PADERNE – M E L G A Ç O ---- GRUPO F. DE PAÇO VEDRO MAGALHÃES – PONTE DA BARCA Também no mesmo local da Parada dos Bombeiros e como não podia deixar de ser, foi realizado o 22º Festival sendo o 44º Aniversário em 30 de Setembro pelas 22 horas com os seguintes grupos: ---- GRUPO F O L C L Ó R I C O DE G A N F E I – V A L E N Ç A ---- GRUPO FOLC. S. MARTINHO DE QUIROGA – LUGO - ESPANHA ---- RANCHO FOLCLÓRICO DE SERRAZES – S. PEDRO D O SUL ---- RANCHO FOLC. AS SALINEIRAS DE LAVOS– FIGUEIRA DA FOZ ---- R A N C H O F O L C L Ó R I C O D E A L E N Q U E R ---- GRUPO FOLCLÓRICO DE ALTE – LOULÉ – ALGARVE – Faltou De salientar o inicio de formação de gente jovem em idade escolar para a aprendizagem de trabalhos ligados ao folclore, de música com instrumentos regionais e dança , num total de 50 crianças de Ganfei, apoiadas com os respectivos professores. Em 1996, a abundante procura do Folclore Ganfeiense, com 91 convites, Nacionais e Estrangeiros, para festivais e outras festas, completou o ano com mais uma ida a França, esta pela 3ª vez , ao festival dos emigrantes organizado pela Associação Franco Portuguesa de Argenteuil, e em memória a Elisa Riba. Mas no inicio do referido ano, não deixou pela 2ª. vez, este grupo, que o cântico de Janeiras e Reis fosse mais um êxito percorrendo como no ano anterior todo o concelho de Valença. Participou em festivais e festas de folclore tais como Alpiarça, Cerveira, Ovar, Tui, Gondomar, Ponte da Barca (Festival Alto Minho), INATEL (61ª. Aniversário), Setúbal, Lisboa (Romaria Limiana), Condeixa, Taião, Ribeirão, Arcos de Valdevez, Lixa, Leiria, Pontevedra e FRANÇA em Argenteuil. Realizou o 23 º. Festival , sendo o 1º. Festival de Stª. Rita em Ganfei, no dia 16 de Junho , Domingo pela tarde, em colaboração com a comissão de festas e em que estiveram presentes vários grupos no dia 16 de Julho pela tarde, tais como: ---- GRUPO F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – V A L E N Ç A ---- GRUPO FOLCLÓRICO MEIRAMAR – PONTEVEDRA – ESPANHA ---- RANCHO ETNOGRÁFICO DE R I B E I R Ã O – F A M A L I C Ã O ---- RANCHO FOLCLÓRICO DA FAJARDA – CORUCHE – RIBATEJO Participou na realização do nosso 24º. Festival folclórico das Festas do Concelho de Valença, onde estiveram em exibição no Domingo de tarde dia 18 de Agosto os grupos de: ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – V A L E N Ç A ---- RANCHO FOLCLÓRICO D E L O U S A D A – F A M A L I C Ã O ---- RANCHO FOLC. INF. MOLEIRINHOS DAS AZENHAS – GANFEI ---- RANCHO FOLCLÓRICO DO C A R R E G A D O – A L E N Q U E R Foi este Grupo, tal como todos os de Valença, convidado para participar no programa em directo, FEIRA FRANCA, organizado pela R D P - Antena 1. Mais para o principio do Outono e como sempre, em Domingo à tarde, dia 29 de Setembro, na Parada do Bombeiros em Valença, é dia da realização do 25º. Festival comemorativo do 45º. ANIVERSÁRIO onde fizeram parte os seguintes grupos: ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – V A L E N Ç A ---- RANCHO REGIONAL D E F A N Z E R E S – G O N D O M A R ---- GRUPO FOLC. OS F O G U E T E I R O S D E ARADA _ OVAR ---- RANCHO FOLC. ETNOG. CASA DO POVO DE C O M D E I X A ---- RANCHO FOLC. AS TECEDEIRAS – BIDOEIRO DE CIMA – LEIRIA ---- RANCHO FOLC. C A S A D O P O V O D E A L P I A R Ç A Em 1997, e pela terceira vez consecutiva, iniciou-se o ano com o tradicional cântico de Janeira e Reis, onde mais uma vez se percorreu as casas do costume em anos anteriores e que já esperavam pelo Reis de Ganfei. Os pedidos de novas casas surgem e dentro das possibilidades vai-se satisfazendo tudo quanto se pode e o tempo permite. Recebem-se 86 convites para exibições diversas quer em festivais ou romarias, tendo sido possível satisfazer algumas , que serão as suficientes para garantir grupos de qualidade nos festivais do Grupo. Em Março, inicia-se as exibições, e mais uma vez, o grupo vai a Espanha às festas de S. Telmo, participando no dia dedicado a Portugal, representando neste caso o nosso País e o concelho de Valença, seguindo-se depois a maratona de percorrer todo o País de lés a lés transportando o nosso folclore até terras de Oeiras, Ponte do Lima, Golegã, Lousada, Palmela, Mangualde, Feira e Espanha. Contribuiu também para a divulgação do nosso folclore e as tradições da nossa terra, a Rádio Ecos da Raia, de Monção, com um programa em directo da sede do Grupo, e com a duração de 3 horas. Actuou para Turistas da Casa da Anta em Lanhelas, além de um especial convite para o encerramento da Feira de Exposições Portugálica em Vigo – Espanha. É em 16 de Maio de 1997, inscrito no R E G I S T O N A C I O N A L D E A S S O C I A Ç Õ E S J U V E N I S ( R N A G ) . È I N S C R I T O N O I N A T E L C O M O C . C . D . -- 3 4 7 6 Encerramos uma maratona que nos levou desde o Alto Minho, até ao extremo Português de Vila Real de Stº. António, no Algarve. Continuamos também por perto de casa , com exibições nas Festas do Concelho de Valença, e no 26º. Festival do Grupo, comemorando o 46º. Aniv, realizado na Parada dos Bombeiros de Valença, onde participaram ois seguintes grupos: ---- G R U P O F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – VALENÇA ---- RANCHO FOLCLÓRICO D A G O L E G Ã – R I B A T E J O ---- RANCHO FOLC. STº. AMARO DE AZURARA – MANGUALDE ---- RANCHO FOLC. AS FLORINHAS DE RIO MEÃO – FEIRA ---- RANCHO FOLC. ARROTEENSE – ALHOS VEDROS – SETUBAL ---- GRUPO ETNOG. SANTO ANTÓNIO DE ARENILHA - ALGARVE Foi este ultimo grupo, que por ser do extremo sul de Portugal, se deu ao luxo de não cumprir com os seus deveres de contracto, e por isso FALTOU, tal como em 1995, fez o grupo folc. de Alte, que se esqueceu . Aqui fica o registo da atitude de estes ranchos algarvios. Para encerrar o ano, mais uma vez, tivemos a participação da juventude escolar do primeiro ciclo, da freguesia de Ganfei, e Verdoejo, que pela primeira vez também pretendiam, aprender folclore, incluindo também os mais pequeninos do infantário de Ganfei, sendo na totalidade 70 elementos principiantes no Folclore. Não faltou, para encerrar o ano, e em Dezembro, o 1º. Encontro de Cavaquinhos Concertinas e Instrumentos Musicais Populares, ainda em uso na nossa região, organização feito pelo Grupo Folclórico de Ganfei, em colaboração com o Ensino Recorrente de Valença, e a cedência de instalações do Grupo Desportivo Ganfeiense. Foi editado pela primeira vez um desdobrável com fotografias do grupo , memorial de todas as suas actividades e demais informações necessárias à divulgação do nosso folclore e da nossa terra. É com todo este trabalho e que no fundo se pode considerar êxitos, que o grupo de Ganfei passa mais um ano para iniciar outro . Em 1998, recebe 50 convites para exibições diversas. Inicia o ano com o cântico de Janeiros e Reis, sendo o terceiro ano consecutivo. Realizou em 30 de Janeiro o segundo Encontro de Concertinas e outros instrumentos populares, tendo o referido o maior êxito por parte dos participantes e do público, sendo o mesmo realizado na sede do Grupo Desportivo Ganfeiense, colaborando o Ensino Recorrente de Valença. Em 8 de Fevereiro participa em colaboração com o Município no festival de folclore concelhio do Domingo Gastronómico de Valença. Em 20 de Fevereiro, participa na organização de um desfile de Carnaval em Ganfei, incluindo toda a gente de grupos e alunos das escolas da freguesia. Em Abril, e durante um mês esteve patente ao público uma Exposição sobre o Linho, na sede do grupo folclórico, e com a Juventude escolar já ensaiada , faz-se um Festival Escolar e Mostra encenação de uma Espadelada e Fiada de linho, onde participam as escolas de Ganfei, Verdoejo, Friestas, Gondomil, Boivão, Sanfins e o Infantário de Ganfei, com a totalidade de 130 alunos. O êxito visto nestas crianças anima professores educadores e ensaiadores a continuar com as iniciativas que tiveram lugar na sede do Grupo Folclórico de Ganfei. Depois, vai a Lisboa ao encontro dos Minhotos com a organização da Liga dos Amigos de Valença, 8º Festival do Alto Minho em Melgaço, Retaxo, Tercena – Oeiras, Loures, Lourosa, Paredes de Coura, 1º festival do Grupo Infantil de Friestas, Terras Cantábricas em Astúrias, Almoster – Santarém, Valença e Arganil. Foi ao longo de ano e meio, com muito trabalho , ao ter um historial desta natureza e ao longo de 47 anos, que o Governo Português, por intermédio do Conselho de Ministros, considerou este Grupo com o D I P L O M A D E U T I L I D A D E P Ú B L I C A, publicado no D I Á R I O D A R E P Ú B L I C A , II série, Nº. 155 de 08 de Julho de 1998. Realizou em 19 de Setembro o 27º. FESTIVAL e 47º ANIVERSÁRIO do grupo na parada dos bombeiros de Valença, com os grupo vindos de um todo Portugal, e que vieram representar as suas tradições sendo: ---- GRUPO F O L C L Ó R I C O D E G A N F E I – V A L E N Ç A ---- RANCHO FOLC. OS FAZENDEIROS DE LAGAMEÇAS – PALMELA ---- RANCHO FOLC. OS MALMEQUERES DA LOUROSA – FEIRA ---- RANCHO FOLC. AS MACANITAS DE TERCENA – OEIRAS ---- RANCHO FOLC. AS F L O R E S – A R G A N I L – COIMBRA ---- RANCHO FOLC. DO R E T A C H O – C A S T E L O B R A N C O ---- AGRUP. DE DANÇAS REG. DE VILA DO COITO - SANTARÉM Foi no dia 3 de Outubro, que todo o pessoal do grupo folclórico, se juntou para COMEMORAR O 47 º. ANIVERSÁRIO da sua fundação , e para fazer um balanço geral do ano de actividade. Para finalizar o fim de época deste ano, e devido aos sucessos obtidos em todas as actuações em Espanha, não deixou este Grupo de ser convidado para mostrar mais uma vez as suas danças, perante todos os espectadores da T E L E V I S Â O D A G A L I Z A , em Santiago de Compostela nos programas semanais designados L U A R E G A L E G U I D A D E, em duas datas seguidas. A primeira, por ser muito em cima do dia, não foi possível, ficando para outra ocasião, sendo a segunda para o dia 12 de Novembro, tendo sido um grande êxito perante todos os Galegos presentes e espectadores. Foi também este Grupo convidado para fazer a recepção a SUA EXCELÊNCIA o Secretário de Estado da JUVENTUDE, quando da visita a Valença, no dia 21 de Outubro, tendo-se feito também uma actuação para assim poder apreciar o nosso folclore. Em 1999 recebeu este grupo 70 convites para exibir o seu tradicional e puro folclore de norte a sul de Portugal e também em Espanha e ilha da Madeira. Iniciou o ano com o tradicional cântico de reis pelas casas públicas das freguesia do concelho de Valença. Tomou parte na organização do desfile escolar concelhio e no festival gastronómico de Valença. Organizou encontro de concertinas e instrumentos de corda em especial cavaquinho, incluindo cantares ao desafio. Organizou as várias exposições do linho, trajes, utensílios agrícolas, concertinas antigas e fotografias bem como uma encenação de espadelada. Participou na Praça da Alegria da R:T:P: em Valença e festa de S. Marinha em Carreiros – Paredes de Coura, festivais de Aveiras de Cima, Vila Verde, Leomil – Lamego, Idanha-a-Nova, S. Pedro do Sul, Alto Minho em Arcos e participação em actuação no ano Jacobeu em Santiago de Compostela. O 48º Aniversário e 27 Festival em 18 de Setembro do nosso grupo teve como participantes, no referido festival os grupos de: GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI - VALENÇA GRUPO FOLC. ETN. DE ALFARELOS - COIMBRA RANCHO FOLC. C. P. AVEIRAS DE CIMA RANCH de DANÇAS E CANTARES de PORTUGAL - S. P. SUL RANCHO ETN. DE IDANHA-A-NOVA RANCHO FOLC. C. PVO DE LEOMIL - LAMEGO RANCHO FOL BEIRA. FLORES DA BEIRA–OEIRAS- NÃO APARECEU Estivemos presentes em vária actuações para férias no INATEL em V.N.de Cerveira, desfile de trajes em Tui Espanha, encontro de professores do Ensino Recorrente e tocata na festa de Natal dos funcionários camarários de Valença, terminando o ano com convívio de S. Martinho e de Natal. Em 2000, contamos com 122 convites para exibições diversas. Começamos pelo cântico de reis, como tradição, uso e costume, encontro de instrumentos, e actuações em variados locais e em festivais, tais como INATEL, dia gastronómico em Valença, S. telmo em Espanha, Charneca em Benavente, Alto Minho em Viana, S. João em Tui,Quinta de turismo em Cerveira, Lever em Gaia, Ereira no Baixo Mondego, S. Silvestre em Coura, Gouveia, Cedeira em Espanha, Oliveira de frades na Festa das Colheitas, Rosa da primavera em Azoia, S. Mamede em Canelas, Mosteiro em Tui, Escuteiros em Valença, Organizamos o 4º festival S. Teotónio e 28º do Geral em 18 de Fevereiro com os grupos deste concelho, tal como: GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI – VALENÇA GRUPO INFANTIL ESCOLAR DE GANFEI GRUPO INFANTIL DE FRIESTAS RANCHO FOLC. OS MOLEIRINHOS DAS AZENHAS - GANFEI No nosso 49º Aniversário com o 29º Festival em 16 de Setembro participaram os grupos: GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI RANCHO FOLC LORICO DA CHARNECA - BENAVENTE RANCHO FOLCLÓRICO DE LEVER - V. NOVA DE GAIA GRUPO FOLCLÓRICO DA EREIRA - MONTEMOR-O-VELHO RANCHO FOLCLÓRICO DE GOUVEIA RANCHO FOLC. DE OLIVEIRA DE FRADES - VISEU RANCHO FOLC. ROSAS DA PRIMAVERA – AZOIA – LEIRIA Para finalizar, participamos nas filmagens da TV Globo do Brasil, da novela OS MAIAS de EÇA DE QUEIRÓS . Tivemos como em anos anteriores os convívios de S. Martinho e NATAL Em 2001, COMEMORAÇÕES DO 50º ANIVERSÁRIO E BODAS DE OURO temos o privilégio de um bom programa anual e de festivais, tendo de salientar o festival Alto Minho, realizado em Valença sob nossa organização, e o Festival de Aniversário. Começamos o ano com os cânticos de reis como uma tradição de uso e costume que já se torna uma recuperação de tradição por parte deste grupo, seguindo-se a participação no dia de S.Teotónio, no festival Gastronómico de Valença, e o encontro de instrumentos na sede do grupo em Ganfei e os tocadores na fiada das Taias em Monção. Exibimos também na feira do livro das escolas em Verdoejo e festival do Regadio em Coruche. Realizamos o grandioso 11º. festival do ALTO MINHO, e 30º da organização em 10 de Junho na parada dos Bombeiros de Valença, que sendo o maior espectáculo de folclore, comportou dez grupos representando os dez concelhos do Distrito de Viana do Castelo, com mais de 500 pessoas passando pelo palco e representando todo o traje existente do distrito, com os grupos de: GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI-------------------VALENÇA ETNOGRÁFICO DA ASSOC. C. R. de ---------------- P. COURA GRUPO DANÇAS e CANT. do NEIVA- SANDIÃES --- P.LIMA RANCHO FOLC . DE PINHEIROS --------------------------MONÇÃO RANCHO FOLC. DE ARCOS SÃO PAIO –--------------- ARCOS GRUPO F. DE PAÇO VEDRO DE MAGALHÃES –-- P. DA BARCA GRUPO FOLCLÓRICO DE ----------------------------------- VIANA RANCHO FOLCLÓRICO DE PADERNE ---------- MONÇÃO RANCHO FOLC. ETNOG. DE REBOREDA –------ V. N. CERVEIRA ETNOGRÁFICO DE VILA PRAIA DE ANCORA ----- CAMINHA Tivemos muitas deslocações a festivais, que se realizam em vários pontos do país, tal como Foz do Sousa, Baixo Mondego, Castelo Branco,Aveiro e Resende. Todos os grupos quando dos seus festivais tiveram o cuidado de escolher o puro folclore do grupo do Alto Minho que é Ganfei e por isso foi realizado o 31º. Festival comemorativo dos 50 ANOS e BODAS DE OURO, em que participaram : GRUPO FOLCLÓRICO DE GANFEI -------------------Valença - Alto Minho RANCHO FOLCLÓRICO DE FERREIRINHA -------- Foz do Sousa GRUPO FOLCLÓRICO DE VILA DE PEREIRA ------ Baixo Mondego RANCHO ETNOGRÁFICO CEBOLAIS DE CIMA ----Castelo Branco GRUPO ETNOG. GAFANHA DA NAZARÉ ------------ Aveiro RANCHO F. ETNOG. Sta. MARIA DE CARQUERE – Resende Foi um festival com o maior sucesso de um Aniversário, tal como todos os que este grupo realiza desde o ano de 1985, pois completa a totalidade de 31 espectáculos de folclore, com 300 grupos em palco e com uma totalidade de mais de 15.000 pessoas que actuaram para os Valencianos, em festivais da organização do Grupo Folclórico de Ganfei. Para concluir as BODAS DE OURO e fazer o respectivo festim, que o ano merece pela dedicação de todos ao folclore da nossa terra e á cultura dos nossos antepassados, deslocou-se o grupo em 14 de Outubro, pela quarta vez a terras de França, mais propriamente á Associação Fraco Portruguesa de Argenteuil – Paris, onde actuou para os emigrantes radicados naqueles arredores. Perante outros grupos de danças do nosso País, composto por várias representações do território, Ganfei, o seu grupo e comitiva que o acompanhou, as bodas de ouro tiveram o seu ponto forte para nunca mais esquecer. Aqui fica o nosso agradecimento especial para a Câmara de Valença e seu presidente que nos acompanhou nestas grandes comemorações dos 50 anos, bem como aos srs. Presidente e comandante dos Bombeiros, representante da Junta de Ganfei, nosso apresentador Sebastião Alves e os amigos que se deslocaram de propósito para as comemorações, sr. Fernando Cavacas, Heliodoro Caldas e João Ribeiro. O sucesso, perante a gente da nossa região, em terras tão distantes, foi um sucesso desde as comemorações na sede da Associação, com discursos e entrega de lembranças, e da mesma forma o Festival com a presença também de entidades locais e Governamentais da região de Argenteuil. Não podemos aqui, esquecer o carinho que todos os dirigentes e sócios da Associação que se dispuseram para conjuntamente nos dar o contributo para os festejos do nosso meio século de existência e por isso os nossos mais sinceros agradecimentos. Message # 292 Date: 9/1/2005 3:27:31 PM Name: Miguel Angelo


Mensagem:  836
Data:  9/5/2005 9:01:56 PM
Nome:  Tony Melo
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Na passada sexta feira aconteceu no Rest. Lisboa a Noite, mais um aniversario do ja elegante Website Venuscreations.ca ainda muito jovem no segundo ano, no qual note que tem uma vastissima popularidade por este mundo fora e como colaborador, felicito ao meu grande amigo de longa data Joe Furtado,para que continue numa incansavel fe e dinamismo com aquele espirito de servir tudo e todos o que diz respeito do bem fazer e nao olhar a quem e assim seras muito mais apreciado das tuas gentes que te rodeiam.

Uma noite de convivio muito celebrativo num ambiente deveras agradavel e cativante, realmente senti-me em casa de uma familia que se pode chamar muito nossa, e para lhes dizer com franqueza, a VENUS merecia ver a sua (FAMILIA) mais juntinha e numa aproximacao afavel num local maior, e assim tudo poderia ser mais harmonioso. No proximo ano esperamos que essa familia venham numa forca muito maior e que podemos chamar: ( VENUS CREATIONS UMA FAMLIA DE SUCESSO ). Feliz Aniversario!!!... Vosso amigo de sempre, TONY MELO.



Mensagem:  835
Data:  9/5/2005 2:10:24 PM
Nome:  ORFEÃO STELLA MARIS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
ORFEÃO STELLA MARIS

Antigo Orfeão Antero de Quental
No dia 18 de Setembro, o Orfeão Stella Maris, debaixo da regência do Maestro Dr. José Carlos Rodrigues, convida toda a Comunidade Portuguesa para estar presente no Concerto na Igreja de S. José, em 2451 Bronte Rd, Oakville, ao Sul do cruzamento de Dundas e Bronte Road.

O Concerto será depois da Missa do Meio Dia por volta da 13.30 Hrs (1,30pm).
Este concerto está aberto à Comunidade.
Pelas 14hrs (2pm) haverá um Almoço – Convívio no Salão da mesma Paróquia de S. José, com a actuação do cançonetista Daniel Carvalho, artista local, e do cançonetista Aurélio de Oliveira, residente na Califórnia.

RESERVAS:
Gilberto ou Maria Martins (905) 855 0754, (647) 999 2748
João ou Bella Ferreira (905) 847 6852
Manuel Machado (905) 466 6717
Venha celebrar connosco.
Prometemos oferecer um Concerto de classe e brilho e um Almoço – Convívio de bom gosto e alegria.



Mensagem:  834
Data:  9/4/2005 4:06:34 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
E já amanhã que se celebra o dia do trabalhador, conhecido aqui por "LABOUR DAY" todos os anos temos em Toronto uma grande parada em que muitas companhias e seus trabalhadores nela se incorporam, dia que se encerra oficialmente a "EXIBITION".
Se pensarmos bem nas grandes desigualdades neste mundo em que uns ganham milhões e outros peanuts, e se virem o que se passa actualmente com os pobres em "NEW ORLEANS".
É horrível verem-se as cenas que lá se estão a passar, onde 99,9% das pessoas são pretas que residiam nos bairros da lata e que ganham o ordenado mínimo nacional em que a maioria deles nem sequer tinham dinheiro suficiente para fugirem ao ciclone "KATRINA".
No fim ainda perderam todo o pouco que tinham, muitos perderam suas vidas e outros estão ainda a morrer à míngua, sem água, comida etc, etc.
Neste "LABOUR DAY" façamos lembrar ao mundo que disparidades como esta não podem mais existir nos dias de hoje, e muito especialmente no mais rico e todo poderoso país do mundo, mas que em moral são mesmo de uma miséria totalmente absurda.

"HAPPY LABOUR DAY".



Mensagem:  833
Data:  9/4/2005 3:31:18 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Como sabem todas as semanas temos o tema do "PUTO DA SEMANA", agradeciamos que nos enviassem fotos de muitas pessoas conhecidas na comunidade entre idades compreendidas de 1 ano aos 14, estas fotos serão devolvidas aos seus donos.
Durante a semana enviem vossos e-mails para o Joe Furtado para ver quem adiviha quem ela é?.
Desde já os nossos agradecimentos pela vossa simpática e valiosa colaboração para com o nosso site, "BEM HAJAM".


Mensagem:  832
Data:  9/3/2005 10:36:56 PM
Nome:  Carlos silva
País:  Portugal
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
O nosso caro ilustre amigo CARLOS SILVA telefonou na hora da festa a desejar o melhor para todos nós e mandou a seguinte saudação.

2º ANIVERSÁRIO DO SITE DA VC.

DESDE JULHO DO ANO PASSADO, QUE ME ATREVI A COLABORAR COM A VC.
ESTAVA EU MUITO DESCANSADO, A REPOUSAR NUMA QUIETUDE, TÃO PREFEITA, MAS NÃO SOUBE RESISTIR AO APELO DO JOE, E ASSIM ME VI ENVOLVIDO, TAL QUAL COMO VOCÊS NESTA AVENTURA, DE DAR OPINIÃO E ASSUMIR COM FRONTALIDADE OS ASSUNTOS DO DIA A DIA.

TENHO MUITO PRAZER, NESTA CONVIVÊNCIA E SABER QUE AMIGOS COMO O MANO, O TONY, O AVELINO, O JOÃO, OTILIA, TAMBÉM SE DEDICAM COM CARINHO A ESTES ASSUNTOS, QUE ALÉM DE NOS DISTRAIREM, NOS FAZEM SENTIR ÚTEIS Á NOSSA COMUNIDADE.
ESTOU CONVOSCO NESTE MOMENTO DE FESTA, E DEIXEM QUE APRESENTE À ISABEL AMARO OS MEUS RESPEITOS DE AMIZADE E DE ENORME SIMPATIA.

UM GRANDE ABRAÇO do
Carlos silva



Mensagem:  831
Data:  9/3/2005 9:51:31 PM
Nome:  Vitor Pereira
País:  Portugal
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
“VITOR PEREIRA” um artista que reside em Portugal e faz parte do conhecido conjunto Os Aguadenses, sendo o nosso colaborador responsavel pelas páginas:
ARTISTAS DE PORTUGAL e CONJUNTOS DE PORTUGAL, tambem mandou uma linda saudação

Olá, boa noite...

Hoje comemora-se o 2 aniversário do site de uma organização que tem como principal objectivo apoiar as vozes e a comunidade portuguesa no Canadá, mas não fica só por aqui, pois com o seu site alcançou uma projecção a nível internacional.
De há 2 anos para cá, tenta desbravar novos caminhos pela Internet, tendo até então, atingido bastante sucesso, pode-se dizer que foi uma aposta ganha!!!
Dos artistas mais conceituados da nossa praça, até aos novos talentos que brotam com grande vontade de vencer, a Venus Creations dá o seu apoio incondicional. Também é através do esforço e dedicação desta organização que tem juntado esses mesmos artistas num projecto grandioso, o "Amor de Artista". O site da Venus Creations está cada vez mais completo, com várias rubricas com conteúdos bastante interessantes, para os quais espero dar o meu contributo mais intensamente.

Resta-me desejar muito sucesso à Venus Creations, endereço um abraço especial ao Joe Furtado ("o grande obreiro" e culpado por estarmos hoje a comemorar) e a todos os colaboradores e amigos desta organização.
Gostava de estar na vossa companhia nesta noite, mas como não é possível, pelo menos desta forma estou presente na comemoração dos 2 anos do site.
Um abraço de Portugal e como o Joe costuma dizer:
God bless you all!!!

Vitor Pereira

aguedenses@sapo.pt

http://osaguedenses.com.sapo.pt/home.htm



Mensagem:  830
Data:  9/3/2005 9:05:56 PM
Nome:  João Pimentel
País:  Winnipeg, Manitoba, Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Já quase no fim da festa foram lidas 3 mensagens de colaboradores nossos que mesmo não podendo estarem presentes quiseram de maneira simpática estar connosco nesta hora feliz do site, foi um deles “JOÃO PIMEMTEL” um artista que reside em Winnipeg, sendo o nosso novo conrrespondente na província de Manitoba.

Parabens do seu segundo aniversário, já vê como o tempo passa ???

Caros Amigos da Venus Creations
Em primeiro lugar queria vos dar os PARABENS do seu segundo aniversário desta distinta, informativa, humorosa, e sempre rica de informações Venus Creations Web Page.
Espero que toda a equipe da Venus Creations continue a ter muitos sucessos no futuro. Alem de nós luso-Portugueses, Açorianos estarmos longe uns dos outros atraves desta lindissima pagina " Venus Creations" estamos sempre mais pertos e ao mesmo tempo em contacto com todo o mundo Português.

A Venus Creations não só tem nos dado noticias, informações, etc... mas sim tambem tem divulgado imensos artistas não só da comunidade Portuguesa de Ontario mas sim tambem de outras comunidades da diaspora.
Brevemente mais uma edição informativa na página da Venus Creations de todas as comunidades Portuguesas do Canadá trazendo e ligando uma vez mais nós Portugueses com todo o mundo e mantendo um novo elo de comunicação entre estas nossas comunidades.

A toda a equipa da Venus Creations e muito em especial ao nosso fundador e grande amigo Jo Furtado os meus parabens deste segundo aniversário e esta data se repite por muitos muitos anos.
Espero que tenham uma festa de aniversário feliz e que Deus lhe traga muitos sucessos no futuro.

Amigo Jo " FORÇA"

Da cidade de Winnipeg, deste seu e vosso sempre amigo 100% Português Feliz aniversário e um forte abraço de amizade a toda a equipe.

João Pimentel



Mensagem:  829
Data:  9/3/2005 8:43:32 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Olivença, 1801-2005: Ofensa à História, à Cultura e ao Direito.

«Decorridos dois séculos sobre a ocupação por Espanha do território deAlém-Guadiana. situação não aceite nem reconhecida por Portugal, a Questãode Olivença continua pertinente e mantém-se actual.

Suspenso de malabarismos político-diptomáticos, em que a má-consciência espanhola e a cautela portuguesa se equilibram, aparentemente afastado dasprioridades político-diplomáticas e diminuído na agenda mediática, o litígio permanece como esqueleto incómodo nos armários das chancelarias peninsulares.

Para encontrar uma solução para o litígio, que as circunstâncias europeias e internacionais tornam hoje mais fácil e viável, ao calculismo político e ao cinismo diplomático deve opor-se a consciência e diligência da cidadania»



Mensagem:  828
Data:  9/3/2005 8:20:27 PM
Nome:  VENUS CREATIONS
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Nesta data das celebrações do segundo aniversário deste site nunca é demais aqui mencionarmos o nome da pessoa que pela primeira vez escreveu para este site pondo a primeira visita no nosso (Guest Book).

Seu nome "LUÍS REIS" um membro da nossa Organização, que continua sempre a prestar-nos a sua valiosa colaboração.

Ainda ontem nos deu o grande prazer de estar presente com sua esposa na festa do segundo aniversário do site.

www.venuscreations.ca



 
Página 74 de 157

Página Anterior

Página Inicial

Página Seguinte

© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.