Comentários

Página 45 de 157

Com um total de 1567 comentários.

Página:  Anterior  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  Seguinte
Mensagem:  1493
Data:  11/13/2006 8:51:01 PM
Nome:  Manuel T. Gonçalves
País:  N/A
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

OS DITADORES

Muita gente pensa que essa praga repugnante que nos tem aterrorizado ao longo dos séculos é exclusivamente composta por governantes déspotas que formaram e formam, as nações deste pobre e martirizado planeta, dos quais destacamos uns quantos poucos, para exemplo, como foram Hitler, Mussolini, Estaline, Mao Tse Tung, Pinochet, Adi Amini, Francisco Franco e Salazar, para não apontarmos muitos outros de má memória.

Efectivamente não é esta a melhor apresentação comparativa, pois ditadores os há, ou sempre houve, às dezenas, centenas ou milhares, a granel queremos dizer, e que estão bem infiltrados, em todos os sectores da nossa sociedade, embora que, nem de longe, os possamos comparar com aquelas atrás, tristes e aterradoras personagens, pois esses, os verdadeiros ditadores, os do tipo psicopatas e sanguinários, cometeram crimes hediondos contra os seus cidadãos e contra a Humanidade. Estes, os do presente, que pululam por todos os cantos da nossa sociedade, do tipo anedótico, querem, ao fim e ao cabo e por todos os caminhos possíveis e imaginários, subjugar os seus conterrâneos, nos meios onde estão inseridos. As vias utilizadas, vão de simples promessas de apoios financeiros, que, na maioria das vezes nunca chega, pelo menos a tempo de nos salvar dos naufrágios, de ofertas de tachos, mesmo rotos, como sejam empregos (não trabalhos) bem remunerados e onde não se faça a ponta dum corno, de atropelarem os estatutos que civicamente, ou socialmente, os regem, sem que para isso tenham que dar cavaco a quem quer que seja, como que, pura e simplesmente, e com desdém, pensem, ou estejam convencidos, serem personagens imprescindíveis e omnipotentes nas comunidades onde estão radicados ou façam parte.

São amantes do maquiavelismo, pois tudo se servem para que possam atingir os fins, com ais ou sem eles, desde que sejam para seus próprios benefícios ou de grupos que lhes são afectos.

Sintetizando para encerrar esta crónica de chapéu ao vento (que o arrecade a quem o sirva na cabeça) são, ao fim e ao cabo, uns pobres de espírito que metem dó e comiseração, não importando se trajam fatos de três mil dólares ou não, se andam de sapatos de verniz ou de chinelos, de Volkswagen ou de Mercedes Benz, mas o certo é que não deixam de causar repugnância à maioria dos seus compatriotas que, muitas das vezes, têm de fazer esforços titânicos para que não deitem fora o que têm dentro nas entranhas.

Assim vamos de “DITADORZINHOS” cá por estas bandas do Atlântico. Até um dia, aquele dia em que, por saturação nas comunidades onde estão inseridos, levem o respectivo, e merecido, “XUTO” no traseiro fedorento...



Mensagem:  1492
Data:  11/13/2006 8:49:13 PM
Nome:  Manuel T. Gonçalves
País:  N/A
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Exmo. Senhor Director do portal www.venuscreations.ca estou bonquiaberto com a retirada de um texto meu, assinado Manuel Gonlçaves, que foi colocado, recentemente, na secção Comentários, uma critica dirigida a muitas pessoas importantes da nossa comunidade sem que, no entanto, tenha salientado os respectivos nomes por não querer envolver esse portal em quizilias estéreis. Creio, que não ultrapassei a linha da indecência ou entrei nas situações caluniosas que, infelizmente é coisa muito comum e que, como prova, nos chegam ao conhecimento diariamente. A verdade está nua e crua e só os intocáveis é se melindram ou se incomodam com as criticas. Chego, pois, à conclusão que, pela censura descarada que me fizeram, que os sagrados direitos do cidadão de se expremir livremente, mas dentro dos mandos da lei e das regras da boa educação estão, mais uma vez, em grande perigo. Vou-lhe enviar mais uma vez -é a minha ultima tentativa -do artigo que prepotentemente foi retirado dos COMENTÁRIOS, por V. Exa. ou por algum dos seus subalternos ou empregados. É uma vergonha como os orgãos da comunicação locais se dão ao luxo de amordoçar as criticas que por vezes lhes batem à porta. Haja democracia. Boa noite!


Mensagem:  1490
Data:  11/13/2006 2:48:06 PM
Nome:  Elaine Paiva
País:  Brasil
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Amigo Belmonte, parabéns pela sua apresentação no 25.o Aniversário do Rancho Folclórico Transmontano de Toronto.
Você é uma inspiração e o brilho que sua alma irradia é contagiante.
Que Deus lhe conserve sempre assim.
Sucesso sempre!
Elaine Paiva


Mensagem:  1478
Data:  11/6/2006 11:43:30 PM
Nome:  Manuel Bairrada
País:  Lisboa
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

O EUNUQUISMO DA COMUNIDADE LUSA EM TORONTO

Confesso que é com tristeza que visito muitos dos sites de língua portuguesa e só vejo a dar porrada uns nos outros, onde ninguém se entende, em que todos barafustam e se insultam ou cheia de xicos espertos ou então, os que querem trepar por cima dos compatriotas tombados, possivelmente empurrados por outros mais pujantes ou traiçoeiros. Agora, recentemente, visito o vosso portal e, com grande pasmo, leio textos de porrada a granel, mais precisamente na rubrica Comentários e do Dr. Intrigas II. Será possível que vocês aí, no Canadá, e no seio da comunidade lusófona, esteja minada de malta oportunista, grosseira e de intocáveis que, quando abrem as bocas, é só cagada não olhando se estão na rua ou nas casas dos outros, neste caso, muitas das vezes, como agora li, nos vossos clubes e associações.

Mas eu gostava de perguntar, sem ofender, claro. Não haverá alguém aí, por esses lados, gajos com as BOLAS no sitio para que, de uma vez para sempre, possam escorraçar esses gangsteres comunitários? Ou será que é uma comunidade de eunucos onde os instrumentos da procriação foram, possivelmente, há anos atrás, estripados e atirados nos caixotes do lixo ou dados, como suplemento nutritivo, aos tarecos que têm lá em casa?



Mensagem:  1477
Data:  11/6/2006 5:46:27 PM
Nome:  A. Arruda
País:  Brampton/Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Acabem, por favor, com isto, o de andarem por este site a malhar a torto e a direito, de quem não se gosta ou até nem se conhece. Fica mal. Não é nada lindo. Palavra que já estou pelos cabelos de cada vez que entro só me aparece Xutos e Pontapés. Sejam educados. Não é nada polite andarem por aí, não por aí mas por aqui, neste site, a fazer como se isto fosse uma arena de luta-livre, onde vale tudo e mais alguma coisa. Vêsse mesmo que há falta de cultura e de respeito. Vamos lá a ver se há mais respeito, amor e irmandade.


Mensagem:  1476
Data:  11/6/2006 5:29:35 PM
Nome:  José Rebelo
País:  Bragal/Portugal e Paris/França
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Estou até banzado com o que tenho lido nesta secção de comentários e no Dr. Intrigas pois isso para aí, por Toronto, anda tudo à porrada uns com os outros. Verdadeiramente é o que os portugueses sabem fazer a começar pelo governo de Lisboa lá para os lados de São Bento. Por isso, agora estou, muito mais bem informado, graças ao vosso portal que me tem dado as informações necessárias do que se passa por esses lados e das convulsões comunitárias e das pijotices de certos lideres associativos, que, como em todo o lado, onde hajam portugueses, tentam sempre subir à custa dos seus compatriotas para se instalarem no cimo da pirâmide. Só dessa maneira é que se sentem felizes, importantes e realizados, isto é, quando todo o mundo lhes faz as devidas vénias. Esses indivíduos, são, na minha óptica, uns autênticos narcisos, que usam, na sua maioria, toneladas de perfume de boas marcas para esconder a falta de higiene e da necessidade de banhos de imersão ou de eliminar os maus cheiros que exalam dos pés ou das nadegas putrefactas e pestilentas. Engraçado. Muito mesmo. Então vocês têm também por esses lados um lider TODO PODEROSO que faz de gato sapato e brinca com as vossas associações? Aqui na França é a mesma coisa. Todos querem ser chefes ou dirigentes só para andarem depois pelas ruas e salões como os pavões - com as penas do rabo esticadas e abertas enquanto fazem peitaça para atemorizar o seu semelhante. São uns pobres de espirito ou uns pobres diabos. Muitos deles, sem a comunidade de que fazem parte, não iriam muito longe acabando, como acontece a muitos, nas sopas sociais ou na caridade de um verdadeiro amigo que lhes estenda a mão por compaixão. Não importa o tempo, eles, esses pedantes e parasitas comunitários, irão cair um dia por falta de apoio quando as suas comunidades abrirem os olhos e enxergarem bem e, finalmente, chegarem à conclusão de que andavam a ser enganados e usados.


Mensagem:  1473
Data:  11/5/2006 11:22:20 PM
Nome:  Carlos Morgadinho
País:  Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
OBRIGADO AMIGO AVELINO TEIXEIRA

Avelino muito obrigado pelas palavras que deixaste no teu recente artigo. No entanto nada tens de agradecer. Foi uma forma de solidaridade para alguém que perdeu um pessoa muito amada, neste caso, na pessoa de tua querida mãe. Eu sei avaliar bem de dentro a dor que te tocou pois eu também, infelizmente, já passei por isso, quando foi o desaparecimento de meu pai, há vinte anos atrás. Ainda hoje não estou cem por cento recuperado estando, neste preciso momento, à beira de outro choque de abalar, é só uma questão de dias ou meses, na iminência de perder , também, a minha mãe. Amigo Avelino a vida continua mas já nunca como dantes. Há algo de vazio dentro de nós, como no teu caso e no meu. Algo que tentamo-nos enganar a nós próprios, mas que não conseguimos, como aquela frase batida, "Isto é a vida, temos que a aceitar". Mas não. É muito dificil e penoso. Acredita, amigo Avelino, estamos mais "pobres", ao perdermos aqueles que nos deram a vida. É doloroso mas é a vontade do Criador.

Um abraço.
Carlos Morgadinho



Mensagem:  1472
Data:  11/5/2006 2:25:13 PM
Nome:  MANUEL BAPTISTA
País:  PORTUGAL
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Li o que se passou no Clube a Casa dos Açores aí de Toronto. Então aí, um país dito democrático e habitado por gentes seguidoras das doutrinas da democracia, também se dão casos de abusos e prepotências de tais Zés Ninguém. Eu pensava que era só cá, neste jardim plantado à beira mar, onde os Zés Ninguém proliferam como as pragas de insectos ortópteros (conhecidas por baratas). Creio que não importa onde os portugueses estão radicados mas a ideia de andar a "cavalo" no seu conterrâneo está bem radicada nos cromossonas do nosso povo. Aparecem sempre analfabetos, ou pouco mais do que isso, que tentam, só porque têm muito dinheiro ou ocupam cargos de destaque, manipular ou amedrontar o seu patrício e muitas das vezes com a ajuda de outros elementos iguais ou piores do que eles. O que vocês têm de fazer é desmascará-los em público e pô-los a "marchar", p'ra rua, com o trazeiro impregnado de aguarrás. Safa que a raça portuguesa é retrocida como o rabo da porca.


Mensagem:  1468
Data:  11/4/2006 11:14:37 AM
Nome:  José Correia
País:  Mississauga
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
CAMINHOS A SEGUIR PARA A CASA DOS AÇORES
Li um escrito neste interessante portal assinado por outro visitante desse site, o Sr. D. Medeiros, daqui da cidade de Mississauga, e que me deixou indignado pelo descaramento e abuso de certa gente no lidar com os elementos da sua comunidade e pela falta de consideração que votam nos eventos tão importantes realizados nos nossos clubes e associações. Fiquei pois bem ruim ao ler aquele comentário e quanto inoportuno foi a atitude daquele elemento representativo de todas as associações portuguesas no Ontário. Foi, no meu pensar, um atropelar da ética que nos regem e um insulto a quantos ali presente, naquele dia tão importante para a nossa cultura açoreana. Não creio que tenha tido o consentimento dos directores da Casa dos Açores do Ontário mas estranhou-me, pelo que aquele Sr. Medeiros indicou, o facto de não ter havido reacção imediata daquela nossa casa açoreana. Assim fico a pensar que das duas uma: - ou aquele representante tem grandes poderes ocultos e sobrenaturais que desta maneira consegue neutralizar ou abafar as reações de cada um colectivamente ou então deve ser pessoa muito importante e estimada imprescindivel ao sucesso das nossas associações. Ainda bem que não estive presente pôr motivos de me ausentar para Montreal porque podem ter a certeza que havia rebuliço naquele salão. É que já é tempo para mandar parar o "COMBOIO" e por o, ou os passageiros INDESEJADOS, na rua. Façam isso e vão ver como resulta.

Jose Correia



Mensagem:  1466
Data:  11/4/2006 8:11:24 AM
Nome:  Mano Belmonte
País:  Toronto/Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Ilustre amigo JOHN FURTADO-BEM VINDO A BORDO-!
Neste "barco" que, também, é seu... E, que, persistentemente se mantém "NAVEGANDO" em àguas límpidas e transparentes, abalroando tudo e todos quantos a querem inquinar pela ética e transparência que nos assiste...Temos a absoluta certeza de que a coluna "SÓ... CIÊNCIA" ,(que o nosso amigo será responsável), virá valorizar e engrandecer (em muito) este modesto W.Site que pelos números de visitas apresentados se vai manisfestando como SUCESSO.************************

Abraço e felicidades.
-Mano Belmonte -



 
Página 45 de 157

Página Anterior

Página Inicial

Página Seguinte

© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.