Comentários

Página 26 de 158

Com um total de 1571 comentários.

Página:  Anterior  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  Seguinte
Mensagem:  1800
Data:  12/11/2007 7:53:01 PM
Nome:  Ana Marina
País:  Portugal
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Meu nome é Ana Marina,canto o fado e acabo de gravar um cd de fados com poemas inéditos(um dos quais do nosso amigo Euclides Cavaco,que podem ouvir na sua página,chama-se FADO E SAUDADE)em musica de fado tradicional. Venho pedir que me ajudem a divulgá-lo pois sem agentes nem grandes máquinas por detrás é quase impossivel fazer chegar este trabalho muito longe. bem hajam! Um Santo e Feliz Natal parea todos, em especial para os nossos compatriotas. Feliz ano de 2008


Mensagem:  1799
Data:  12/11/2007 11:44:40 AM
Nome:  Décio Gonçalves
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Näo foi so no Madeira Park??????? Wembley ficou a saber como se diz pénis em croata A derrota da Inglaterra às mãos da Croácia na passada quarta-feira não marcou apenas o afastamento dos ingleses do Euro-2008. Houve um pequeno incidente no hino croata que marcou a festa dos visitados. Uma gaffe que escapou aos ouvidos dos menos atentos. Tony Henry, cantor de ópera britânico, actuou perante os 80 mil espectadores do novo Estádio de Wembley e no fim do hino croata cometeu um erro que, para quem não conhece a língua, até pode ser perdoado. O cantor devia ter dito «Mila kuda su plania», que quer dizer «sabes querida como gostamos das tuas montanhas». Em vez disso, Henry entoou «Mila kura si planina», que significa «minha querida, o meu pénis é uma montanha». A grande curiosidade deste «pequeno» erro é que o cantor será um dos poucos ingleses a marcar presença no Euro-2008, uma vez que já foi convidado para entoar o hino croata na competição da Áustria e da Suíça. Para os croatas, a gaffe de Henry relaxou os jogadores da selecção e conduziu-os à vitória sobre os ingleses. Em declarações à BBC, o cantor admitiu o erro e desculpou-se: «Nem me consigo defender. Era a última coisa que eu intencionalmente faria e tudo o que posso dizer é que se ofendi alguns croatas então eles merecem as minhas sinceras desculpas.» Em sua defesa, Henry tem o facto de não saber croata e de ter errado na pronúncia. Zeljka Tomljenovic, secretário da Associação Croato-britânica, desculpou-o: «Não o culpo porque a pronúncia é muito difícil. Ele tinha um grande desafio, que era cantar um hino numa língua que não conhece.» Outras frentes justificaram o engano pela pressão exercida por se encontrar num estádio rodeado de milhares de pessoas. A verdade é que o erro passou despercebido à maior parte das pessoas e, incrivelmente, até agradou aos croatas. «Eles acharam fantástico, convidaram-no para cantar no Euro-2008 e perguntaram-lhe se podia ser a sua mascote», explicou o agente do cantor.


Mensagem:  1798
Data:  12/9/2007 7:42:51 PM
Nome:  Avelino Teixeira
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Pouco antes de ir de férias li dois comentários que aqui foram deixados sobre a minha pessoa que me deixaram muito emocionado e ao mesmo tempo sem jeito para agradecer a quem teve a delicadeza de os deixar. E para ser muito franco também o tempo já era muito pouco para ultimar os preparativos para umas merecidas férias coisa que já não acontecia há mais de seis anos devido aos cumpromissos familiares. É que a situação de saúde dos meus saudosos pais teve sempre a prioridade na minha lista quotidiana. Mas dizia eu emocionado, primeiramente pelo facto de que se alguma vez fiz algo em prol da nossa comunidade ou de alguém que a ela pertenceu fi-lo sem esperar reconhecimento de ninguém. É a minha forma de estar na vida entre os meus amigos ou até mesmo aqueles a quem não agrado. Deus não o conseguiu… Por isso não me ofendo nem me admiro. Depois por não me considerar digno da forma de prosar do amigo atento em Saint Clair nem do comentário que a minha Amiga e Sra Dra Fátima Toste elaborou sobre mim. De qualquer forma, e sem vaidade, devo confessar que a minha ida a Newbedford pela primeira vez e a oportunidade que me foi dada para confraternizar com os amigos de S. Mateus, a minha freguesia que nunca trocarei por qualquer outro lugar neste mundo onde eu possa vir a viver o mais comodamente possível, constituiu uma agradável surpresa e uma inesquecível vivência na minha vida das cantigas. E digo vida porque tendo começado a espalhar cantigas aos desoito anos e contando agora sessenta e quato creio que já lá vão uns bons anos… E afirmo muito bons porque durante os mesmos nunca ouvi nada desagradável alusivo aos meus fracos préstimos. Creio até ter sido um sucesso sem disco d’ouro (...!?). Portanto, e como soa dizer-se mais vale tarde do que nunca, aqui deixo o meu profundo e reconhecido agradecimento ao “Amigo atento em Saint Clair” a à Sra Dra Fátima Toste por se terem lembrado de mim. Porque mesmo assim mais vale uma pancadinha nas costas do que um puxão de orelhas. E olhem que eu bem o tenho merecido à vezes…


Mensagem:  1797
Data:  12/4/2007 10:36:02 PM
Nome:  Anónimo
País:  N/A
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  


Mensagem:  1796
Data:  12/2/2007 5:50:40 PM
Nome:  Tony Lourenço
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Vim visitar a página e está de parabens pelo trabalho apresentado sobre as nossas comunidades e os artistas que delas fazem parte. Parabens, continuem.


Mensagem:  1795
Data:  11/30/2007 5:40:45 PM
Nome:  Direccao do jornal Flash
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Imensamente agradecidos ao Avelino pela reportagem sobre o lançamento da Luso Ontario e ao Joe Furtado e equipa pelas felicitações. Gratos,Paulo e David


Mensagem:  1794
Data:  11/29/2007 7:01:57 PM
Nome:  CACETE COMUNITÁRIO
País:  CANADÁ
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
NATAL FELIZ PARA TODOS DO CACETE COMUNITÁRIO Estamos-nos aproximando da Quadra Natalícia, aquela que, no mundo cristão, celebra o nascimento daquele que foi enviado pelo Pai para dar as virtudes que então nos faltava das quais destacamos a humildade, a igualdade e de nos amarmos mutuamente bem como a Paz ao mundo e a salvação e por isso, apenas por esta razão, foi condenado à morte e crucificado. Ao fim de dois mil anos o pobre ser humano não tirou lições nem aprendeu o que este Homem nos deixou e a quem foi dado o nome de Jesus. Não aprendemos as lições e continuamos a ser o que eramos antes da vida dele, do Messias. A inveja, a soberba, o ódio, a gula, a vaidade, o narcisismo, o oportunismo com saltos por cima dos caídos que foram assim imolados pelas vis tentações dos incompetentes e dos traidores são o pão nosso de cada dia. Os crimes e a guerra continuaram ao longo dos séculos até aos nossos dias e cada vez se fazem mais vítimas, por atacado, aos milhões, por esse mundo fora. As razões para se invadir ou atacar outras nações pela vã cobiça das riquezas são as mais variadas e disparatadas que muitos de nós não enxergamos, ou se não é o caso, apenas encolhemos simplesmente os ombros. As nossas sociedades vão, desta maneira, pouco a pouco, de dentro para fora, apodrecendo tal e qual como as maçãs atacadas pelas lagartas e sentimo-nos impotentes para por um ponto final a todas estas situações duma vez para sempre. Esta rubrica do Cacete Comunitário é uma forma de “abanar-se” os prepotentes e os intocáveis que gostam de dizer e fazer as coisas bem à sua maneira mesmo com prejuízo dos seus irmãos ou conterrâneos, e AI de quem tenha a ousadia de lhes fazer frente, é atirado, não para as Furnas, mas para as Profundezas do Inferno, sem culpa formada. Mas o Cacete Comunitário “nasceu” para isso mesmo. Para preencher, com os seus textos, uma vaga que há muito se sentia no nosso meio comunitário, onde os abusos e aberrações era coisa gritante e por isso se deveria, a toda a força, apontarem-se os erros propositados e outros desmandos de muitos “pobres de espírito”, bem como desmascará-los e ridicularizá-los, para que eles sentam também o amargo do fel. Por agora, e em respeito à Quadra do Natal, vamos, por estes tempos de Luz e Paz, pararmos as nossas habituais criticas. Vamos pendurar, por umas semanas, o CACETE que não irá, de maneira nenhuma enferrujar pois estamos certos que essa malta, retorcida como a rosca do padeiro, não irá mudar de atitudes com Natal ou sem ele. Cá ficamos sentados nos nossos cadeirões e poltronas a ver essa maralha a empaturrar o bandulho com peru e outras iguarias bem à nossa maneira. Um desejo sincero de um NATAL FELIZ para todos acompanhado de muita harmonia e amor de perdição do Cacete Comunitário.


Mensagem:  1791
Data:  11/27/2007 7:23:12 PM
Nome:  UM AMIGO ATENTO
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Jornal da Mulher,

AMIGOS:
Este é o Jornal da Mulher ou seja o figurino,
Que lhe dedicamos simbólico e pronto
Porque a mulher portuguesa, aqui de Toronto,
Seu sacrifício, merece honras no seu destino!

A mulher lusa é activa, não tem confronto,
Bem merece este jornal com impulso fino,
Pra vencer, ajudar o mal que ataca felino
Que é a saudade que eu hora a hora conto!

Sei quanto custa, estar longe da sua aldeia,
Distante da família, onde a tristeza enleia,
Sempre n’alucinante frase:-ATÉ QUANDO?...

Até quando?...Até quando, a Braga, Porto, Tavira,
Espinho, Coimbra, Aveiro, Beja ou a Odemira,
De tudo e de todos as saudades são o comando!

(2)
A leitura deste Jornal é a justa dedicatória,
À mulher portuguesa que merece este preito,
Porque sabemos, seu viver, ao que está sujeito,
À pertinaz saudade sempre merencórea!

Este é o desejo. Esperamos que tenha efeito,
Dar algo dif’rente pra aliviar a memória,
Uma dica, conselho, anedota é, aleatória,
Pra continuar adoçar a dor que traz no peito!

Que a saudade alucinante sempre aperta
Queremos com esta leitura vê-la esperta,
Na vida cotidiana, ou mesmo no seu mister...

É este o nosso fim com toda delicadeza,
Honrar com justiça a mulher portuguesa,
Por isso é, pra ela este Jornal da Mulher!

(3)
Cá o “nosso” Jornal da Mulher presta galante,
Homenagem sincera à mulher portuguesa,
Pelo seu trabalho imenso e, ajuda amante,
Que dedica ao seu sonho que a move acesa!

Por tal a mulher merece este jornal bastante
Em toda frente, ela é a cabeça defesa
Pra singrar na complicada vida d’emigrante,
Entre lida, saudade, lágrimas e, sempre coesa!

Pra todas as mulheres lusas ou, lá do Brasil,
Cá o jornal, está sempre ao vosso lado gentil,
Pra excitar, receber, com recepção cordial!...

Aqui podem encontrar o desejado espaço,
Pra esquecer por momentos prantos e cansaço,

E, manter a chama viva pelo aldeia e Portugal

UM AMIGO ATENTO
ALGURES em St. CLAIR



Mensagem:  1790
Data:  11/26/2007 12:40:21 AM
Nome:  Concerned Visitor
País:  N/A
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
I would like to give esteemed management of Venus Creations name of someone who is likely other person to be involved in the computer vote cheating from last two artist contests. Who can that information go to please? Can you respond here please?


Mensagem:  1789
Data:  11/24/2007 1:34:42 PM
Nome:  Aguia Fanática
País:  N/A
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Eu gostaria de convidar o Senhor Leãozinho ao cabrito de hoje na casa do Benfica... à uma e meia da tardeAgui


 
Página 26 de 158

Página Anterior

Página Inicial

Página Seguinte

© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.