Comentários

Página 12 de 158

Com um total de 1571 comentários.

Página:  Anterior  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120  121  122  123  124  125  126  127  128  129  130  131  132  133  134  135  136  137  138  139  140  141  142  143  144  145  146  147  148  149  150  151  152  153  154  155  156  157  158  Seguinte
Mensagem:  1981
Data:  8/7/2009 5:28:07 AM
Nome:  Quelhas
País:  Suíça
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Fado 1... Atenção! Silêncio! Que se vai cantar o fado. Fado corrido, Fado cantado... E o Benjamim, Que veio ouvir o fado, Nunca mais piou até ao fim… O fado no palco com Mariza, O sonho que o Zé concretiza. “Amália não deixes morrer o fado” Que o povo ouve em “Suspense”, E fica calado. -... O fado é triste, O fado toca na alma... Faz-se silêncio, Naquela noite calma. A fadista canta, E encanta. Afinando a garganta... “Até que a voz me doa” Aplaude o povo de Lisboa... - Hei-de cantar o fado... Triste e cansado. No intervalo, Noite dentro; A fadista refresca a garganta, No café do centro... A noite continua com estrelas no ar. No palco “outra” a cantar... Depois da pausa, Entra o Beija-mão, Que aos gritos causa confusão. E o bófia secreto, Sabe o que lhe vai na alma, De concreto... – O FADO é nosso, é Português... Fado 2... – Mas vai-lhe deitando a mão. Por entre a multidão... A noite promete, Promove-se o Cd e a cassete. As guitarras de fado suam... As pessoas amuam... “Povo que lavas no rio” O entusiasmo causa calafrio... - As tábuas do meu caixão! Com aquela conexão, Que cantava Amália, Docemente! O fado coerente... A multidão bate palmas... Que sente nas suas almas... Enquanto o Benjamim; Boceja. O Zé bebe cerveja. “Comadre Maria Venta” Ergue-se a multidão; Dormenta... - O seu marido está melhor! E a velhota olha para o Senhor. Volta a entrar o Beija-mão. Que começa a cantar o refrão. E o povo anima, Com aquele clima... A Mariza cansada; Desafina... A fadista é modesta, E, agradecendo no fim da festa... - Obrigados, até um dia... ... Aplausos... De alegria: - Boa noite, povo Português... Para o ano estarei cá talvez! O FADO é o nosso galardão! O Compositor sente o fado na alma... "Quelhas" autor do mundo http://olivrodacrianca.blogspot.com/


Mensagem:  1980
Data:  8/4/2009 8:27:12 AM
Nome:  Joe Furtado
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
LIKEWISE EDDY

jo



Mensagem:  1979
Data:  8/4/2009 5:52:29 AM
Nome:  Eddy
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Eddy


Mensagem:  1978
Data:  7/31/2009 6:48:33 PM
Nome:  Francisco Vieira
País:  usa
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
O Manel acabou da jantar e foi beber um copo. Quando estava sentado no bar, sentiu que estava com "gazes". Olhou ao seu redor e o bar estava cheio, mas como ouviu a música bastante alta, pensou que poderia ritmar alguma "bufa" com as batidas da música, que ninguém daria por nada. Repetiu aquilo por umas quantas vezes, até se sentir mais aliviado. Entretanto acabou a bebida e quando se levantou viu que estava toda a gente a olhar para ele. Só então se deu conta que a música que estava a ouvir, vinha do seu iPOD...


Mensagem:  1977
Data:  7/23/2009 10:09:13 AM
Nome:  Ricardo Garcia
País:  Portugal
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
GOSTO MUITO DAS MUSICAS QUE VOÇES FIZERAM ATÉ AGORA E SE CONTINUASSEM A FAZER MUSICAS DO AMOR DE ARTISTA PARA OS PROXIMOS ANOS EU IRIA GOSTAR MUITO!!!! CANTAM TODOS MUITO BEM E UM DIA GOSTARIA DE CONHECER OS CANTORES DO AMOR DE ARTISTA!!!! BEIJOS E QUE CONTINUEM!!!!!!!!!!!!!!!!


Mensagem:  1976
Data:  7/22/2009 3:35:30 PM
Nome:  Peter Fereira
País:  Canada
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  
Ola, Aqui vai o meu ultimo comentario enviado a imprensa hoje que da respeito ao assunto dos vistos exigidos aos mexicanos e checos.

Há um antigo proverbio portugueses que diz: “Quem se mete por atalhos mete-se em trabalhos”. E a sabedoria popular tem sempre razâo. Não interessa qual o assunto ou profissão, quer seja carpinteiro ou mecanico, arquitecto ou engenheiro. Se alguem tenta fazer as coisas à pressa, está mesmo a pedir que os problemas apareçam.

A mesma regra se verifica no campo da imigração. Durante muitos anos os governos, tanto Conservadores como Liberais, nunca tiveram a coragem de resolver as falhas fundamentais no sistema canadiano de refugiados. Agora o Ministro de Cidadan ia, Imigração e Multiculturlalismo, Jason Kenney, quer introduzir no sistema alguns atalhos, que sem duvida lhe vao causar problemas no futuro.

Desde há anos que os dois principais partidos politicos, enquanto oposição, pronunciam lindas palavras sobre a necessidade de serem indigitadas, para o Immigration and Refugee Board, pessoas de reconhecido merito, com curriculos e conhecimentos dos principios legais canadianos e internacionais que lhes permitam fazer decisoes acertadas. Mas tanto os Conservadores como os Liberais, logo que ganham as eleições e formam o governo, logo se escondem por tras da cortina do previlegio do Gabinete Federal, para darem de bandeja a uns quantos apoiantes que trabalharam nas suas campanhas, os lugares que estejam em aberto no IRB.

Ambos os partidos ignoraram a implementação de um sistema de recurso já aprovado no Parlamento, ao mesmo tempo que mantinham em vigor processos de revisão judiciais e burocraticos que teem sido ineficazes e lentos.

Em 2005 o IRB tinha em mão cerca de 21 mil requerimentos de refugio, e podiam processar 25 mil casos por ano. Quando os conservadores tomarem conta do poder, não re-indigitaram membros cessantes com experiencia no IRB, nem indigitaram novos membros, e o numero de casos em atraso começou a crescer tendo agora atingido 60 mil casos em lista de espera, e a contagem continua a aumentar. Isto significa que cada caso de pedido de refugio, já por natureza demorado, vai agora arrastar-se por mais uns quantos anos. O ministro Kenney apregoa constantemente contra os processos fraudulentos de pedido de refugio. Parece não ver que estes atrasos são exactamente o que os abusadores do processo acham mais atraente, pois quanto mais tempo levar o processo a ser concluido, mais tempo podem estar no Canada aqueles que sabem que estão a abusar o processo.

Recentemente o ministro decidiu empilhar em cima dos processos antigos, outros ainda piores, e fez comentarios acerca dos pedidos fraudulentos de pessoas do Mexico e da Republica Checa. Claro que os pedidos da Republica Checa, que agora é parte integrante da Uniao Europeia, são iguais aos que sao feitos or cidadaos portugueses: Não há razao para serem feitos e servem apenas para alguns consultores sem consciencia ganharem a vida à custa de pessoas inocentes que se deixam levar por conselhos fraudulentos. Mas os pedidos vindos do Mexico podem muito bem ser de pessoas receosas da violencia que tem assolado aquele pais, e alguns podem muito bem ser julgados viaveis.

Ao fazer em publlico esses cometarios o Ministro Kenney deve tambem considerar que esta a atrofiar a independencia dos membros do IRB, que devem julgar estes casos independentemente da influencia do governo, mas que cada vez que julgam um caso estão a considerar que o ministro é que tem o poder de os re-indigitar. Qualquer advogado de imigração com experiencia nestes casos vai levantar em tribunal todas estas questões, levando a que o processo de prolongue ainda mais.

Agora o ministro veio a publico propor um sistema com dois escalões, mais um atalho para filtrar os requerimentos fraudulentos, e faz a comparação com a Inglaterra, onde existe este modelo. Mas várias organizações teem criticado duramente o modelo britanico como sendo ineficaz e injusto. O que Kenney vê no modelo britanico é que este reduziu o numero de novos pedidos de refugio.

Entretanto a Aliança Liberal Conservadora que está a governar o país, muito pela calada, deitaram abaixo a lei que implementaria uma nova Divisão de Apelo dos Refugiados (Refugee Appeal Division) e agora o geverno impos restrições de Visa sobre o Mexico e a Republica Checa. Estas restrições de visa vao prejudicar os interesses dos Checos dos Mexicanos e dos Canadianos. Nos casos da Republica Checa, praticamente todos os refugiados da etnia Roma, que teem sofrido de profunda discriminação por toda a Europa Central, o numero de casos aceites ronda os 80%. Casos do Mexico sao uma situação diferente: o numero de casos aceites ronda os 11%, enquanto o numero total de requerimentos no ano passado excedeu os 8 mil, mais de 10 vezes os Checos.

O ministro Kenney tem ligado as restrições de visa nos dois paises, à necessidade de se reformar o sistema de avaliação de refugiados. Ao fazer isto, ele criou uma atmosfera de urgencia que parece mais politica a curto prazo do que solução pratica a longo prazo. É verdade que o sistema de refugiados no Canada carece de reforma. Desde que os portugueses alegadamente “testemunhas de Jeova” nos anos 80 foram usados pelo governo de Mulroney para criarem uma crise artificial que levou à craição de um novo sistema, tambem agora os grandes numeros de casos vindos do Mexico são preocupantes. Mas nestes assuntos de refugiados, não há atalhos possiveis. É uma missão dificil e séria, decidir quem tem um medo legitimo de perseguição, e quem apenas quer imigrar pela porta de traz. Para isso é necessário ter pessoas independentes e pessoas devidamente qualificadas na tomada de decisões bem como um sistema de apelos eficiente, capaz de rever os inevitaveis erros.

Decisões justas e fiaveis são a base solida para a rapida remoção dos requerentes sem fundamento. Uma serie de atalhos, ememdados à pressa, que resulte em decisoes precipitadas e confusas, apenas conduz a uma serie de revisões judiciais, flagrantes injustiças e mais atrasos.

Peter Ferreira
1-416-520-2512



Mensagem:  1971
Data:  7/15/2009 12:52:26 PM
Nome:  francisco vieira
País:  USA
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

Sentidas condolências aos familiares e amigos de Carlos Silva.

Que a sua alma encontre agora o descanso eterno...

Francisco vieira



Mensagem:  1970
Data:  7/15/2009 9:24:36 AM
Nome:  Carlos Morgadinho
País:  Toronto, Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

PERDI UM AMIGO DE PEITO...

Por Carlos Morgadinho

É verdade. Um daqueles poucos que tenho e que são dos mais valiosos, não em riqueza material mas sim de sã e douradora amizade, e é, por esta razão, que fico mais pobre.

Estive ausente de Toronto por algumas semanas e, no regresso, a primeira notícia à minha espera, foi a triste notícia do falecimento do Carlos Silva, pessoa que tive o prazer de conhecer há muitos anos, nesta cidade de Toronto, e com quem mantive uma forte amizade, daquelas que nos dá razão para viver neste mundo cão, cheio de coices e ingratidões.

Do Carlos o que mais apreciava era o seu senso apurado de humor que convertia as nossas conversas para um relaxe e umas gargalhadas furtivas e espontâneas. Apreciava, acima de tudo, o amor e o orgulho que nutria pela esposa, a Conceição, pelos filhos e netas. Apreciava também o bairrismo e o amor pela sua cidade natal, o Porto e, claro, pelos Dragões - o Futebol Clube do Porto - e, por tudo isto, apreciava o respeito que o Carlos tinha pelas opiniões dos que o rodeavam. Nunca vi, ou ouvi da sua boca, que me lembre, expressões de maldizer ou criticas direccionadas a alguém por se incompatibilizar com as suas convicções políticas, democráticas ou desportivas. Pelo contrário, tentava sempre por uma série de argumentos tecidos com respeito, mostrar-nos a razão por que não compartilhava nas mesmas causas. Admirava, do Carlos, acima de tudo, a sua calma contagiante e o seu sorriso bonacheirão.

Agora, que ele, o Carlos Silva, partiu para sempre do nosso convívio, só nos resta a feliz memória de o termos conhecido e partilhado um pouco da sua vida. Não foi só um prazer mas uma honra de o termos no seio dos bons AMIGOS.

Que estejas, neste momento, no Manto do Criador. Tudo fizeste para o merecer. Descansa, finalmente, naquela Paz que sempre desejastes na passagem por este mundo, um ideal que sempre foi chama viva dentro do teu coração bondoso e amigo.

Para a esposa e sempre amiga Conceição, aos seus filhos, netas e restante família aqui deixo as mais sentidas condolências nesta hora de dor e piedade.



Mensagem:  1969
Data:  7/15/2009 4:43:44 AM
Nome:  Mano Belmonte
País:  Toronto-Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

SENTIDAS CONDOLÊNCIAS À ILUSTRE FAMÍLIA DO NOSSO AMIGO DO PEITO SR. CARLOS SILVA POR TÃO TRISTE E DURO DESENLACE.
Mano Belmonte/Maria Regina



Mensagem:  1968
Data:  7/13/2009 9:03:24 PM
Nome:  Carlos e Natividade ledo
País:  Mississauga,Ontário Canadá
E-mail:  Contactar
Website:  Ver Página
Comentário:  

Na verdade a vida de um ser humano nesta passagem por este mundo maravilhoso é um pouco curta, um ser humano tem a hora marcada da chegada para este planeta-terra, mas na verdade a hora da partida também está destinada e marcada no "passaporte invisível" muito se batalha nesta passagem sempre em busca de melhores condições para vida confortável e saudável, mas quando chegamos ao momento de descansarmos um pouco mais, da árdua rotina diária dos afazeres profissionais, vem a derradeira morte, que sem pedir licença abre a nossa porta e nos leva consigo, ai chega ao fim da vida de cada ser humano, assim se foi o nosso amigo e colaborador deste prestigioso Portal "Venus Creations" Sr. Carlos Silva, que acaba de deixa o mundo dos vivos, para sempre deixa de ver a sua terra-natal, o seu adorado Portugal, sua Cidade do Porto, terra que um dia o viu nascer, deixa de fazer parte humanidade da terra onde escolheu para viver com sua família, Canadá, deixa em profunda dor o seu tesouro, tão querido, que é a sua família, rumando até ao paraíso eterno.

Ficamos tristes ao saber da noticia, mas a vida é assim mesmo, nesta viagem infelizmente todos nós vamos, por isso com todo o pesar, as nossa mais sinceras condolências à família enlutada, ao nosso amigo Carlos um abraço de solidariedade pela perda do seu pai, e que a Alma do seu adorado pai para sempre descanse em paz.

Carlos e Natividade Ledo



 
Página 12 de 158

Página Anterior

Página Inicial

Página Seguinte

© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.